Senador Nelsinho Trad relata projeto que propõe denominar BR-060 de Dalton Derzi Wasilewski - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

25/11/2021

Senador Nelsinho Trad relata projeto que propõe denominar BR-060 de Dalton Derzi Wasilewski

A proposta já foi aprovada pela Câmara Federal e encontra-se para votação em plenário no Senado Federal

senador Nelsinho Trad (PSD/MS)
O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) relata, na Comissão de Educação do Senado Federal, o Projeto de Lei, de número 5657, de 2019, de autoria do deputado federal Vander Loubet (PT), aprovado na Câmara Federal, que denomina todo trecho da rodovia BR-060, situado em Mato Grosso do Sul, Dalton Derzi Wasilewski.

Segundo o senador Nelsinho Trad, a proposição contém dois artigos. O primeiro estabelece a denominação do trecho rodoviário, que vai desde a divisa do Estado do Mato Grosso do Sul com o Estado de Goiás, no Município de Chapadão do Sul, até a fronteira com o Paraguai. O segundo prevê que a lei resultante dessa proposta entrará em vigor na data de sua publicação.

A partida ainda muito jovem do empresário Dalton Derzi Wasilewski, com apenas 36 anos de idade, deixou Mato Grosso do Sul estarrecido. Dalton atuava no ramo de prestação de serviços para grandes eventos e sua empresa era responsável por montagens de arquibancadas, palanques e palcos não só no Estado de Mato Grosso do Sul, mas em todo o Brasil. “Era uma pessoa muito querida”, disse o senador.
©REPRODUÇÃO
Nascido em Ponta Porã, Dalton Wasilewski vivia em Campo Grande. Integrante de um clube de motociclistas que se encontravam regularmente para confraternizações e passeios, percorreu muito a BR-060. Também era ativista em ações sociais e, após a sua morte, o grupo de motociclistas adotou a nomenclatura DDW Motorcycle (DDW iniciais do nome de Dalton). “Essa é uma homenagem que hora se propõe nos parece, portanto, justa e oportuna, porque celebra um cidadão sul-mato-grossense que partiu de forma precoce e deixou saudades naqueles que admiravam seu caráter honesto e generoso.”

Dalton andava de moto pela região do Jardim São Bento, em Campo Grande, durante a noite do dia 26 de setembro de 2013 e não viu o quebra-molas que havia na Rua Luiz Dódero. Ele caiu, sofreu traumatismo craniano e não resistiu. Deixou esposa e dois filhos, que, na época, tinham 14 e 10 anos.

O projeto, apresentado na Comissão de Educação, segue para votação em plenário no Senado Federal. “Aprovado, essa homenagem será um bálsamo para família de Dalton”, comentou o senador Nelsinho Trad.

ASSECOM

***