‘I Encontro de Integração Médica’ reúne gestores da Cassems e médicos da rede hospitalar para compartilhamento de experiências - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

12/11/2021

‘I Encontro de Integração Médica’ reúne gestores da Cassems e médicos da rede hospitalar para compartilhamento de experiências

O evento promoveu a troca de ideias e debates sobre o futuro do plano de saúde entre gestores e equipe médica

©DIVULGAÇÃO
Para trocar experiências e pensar em melhorias para o futuro do plano de saúde, na manhã da última quinta-feira (11), gestores e profissionais de saúde da rede hospitalar da Cassems participaram do “I Encontro de Integração Médica”. O evento proporcionou aos médicos informações importantes sobre o plano de saúde e promoveu diálogos sobre os desafios da assistência à saúde.

Nos últimos anos, a Cassems teve um crescimento expressivo em estruturas e serviços oferecidos aos beneficiários. De acordo com Ricardo Ayache, presidente do plano de saúde, eventos como esses são importantes para unificar as informações sobre a empresa. “Nós somos um corpo só, com o crescimento da complexidade nas nossas unidades hospitalares, com a estrutura que temos hoje, que é a maior rede hospitalar de Mato Grosso do Sul, temos que aperfeiçoar e compartilhar conhecimento entre as diversas unidades, para que haja uma uniformidade da nossa conduta e ações e oferecer aos nossos pacientes o melhor em saúde”.

Ouvir as contribuições de profissionais da capital e do interior é necessário para determinar os próximos passos do plano de saúde, conforme salienta Ademir Cerri, vice-presidente da Cassems. “A proposta de promover a interação entre os médicos e gestores de todo o estado, em um encontro para troca de ideias, informações e sugestões, é importante para o nosso futuro”.

Paulo Alves de Sousa, gerente administrativo Hospital Cassems de Coxim, valoriza a união de diretorias clínicas, técnicas e gerências administrativas das unidades hospitalares da Caixa dos Servidores, em todo o estado, no encontro. “Nós já temos esse contato on-line, mas nada supera o contato interpessoal para conseguir trocar informações, trazer sugestões e discutir as situações particulares que cada hospital enfrenta. Debatemos o interesse comum de levar aos beneficiários, em qualquer lugar que seja, o melhor atendimento”.

A integração entre profissionais é importante para o desenvolvimento da Medicina, de maneira que possam compartilhar experiências e ideias entre si, segundo Priscila Alexandrino, diretora técnica do Hospital Cassems Campo Grande. “É importante pra gente pegar as experiências de cada um dos médicos da Cassems e disseminar essas experiências aos outros profissionais. Precisamos conhecer a rede que temos, integrar essa rede e ver as especialidades de cada local, para que os pacientes tenham o melhor atendimento possível”.

Conforme explica Maria Auxiliadora Budib, diretora de Assistência à Saúde da Cassems, esse é um momento de rever protocolos. “O encontro é importante para saber onde acertamos, onde precisamos caminhar mais e, sobretudo, um momento de gratidão, com os colegas dos dez hospitais que ficaram na linha de frente das cidades do interior durante a pandemia de Covid-19. Ainda virão vários desafios e essa equipe está preparada”.

Para Marcos Bonilha, diretor clínico do Hospital Cassems de Campo Grande, a interação entre profissionais da saúde da rede própria no estado é importante para colaborar com o desenvolvimento do trabalho. “Nós nos falamos via telefone, Whatsapp e e-mail, e muito pouco no particular. Então, o contato pessoal é bacana para trocarmos experiências entre a capital e interior, somarmos as ideias e melhorar o trabalho assistencial da nossa rede”.

Neste ano, o hospital Cassems Campo Grande completou 5 anos de existência, após o período pandêmico, em que a unidade hospitalar teve uma atuação que foi vista com destaque nacional. Por isso, o coordenador médico da diretoria das Unidades Hospitalares, Alessandro Falchemback, acredita que seja importante levar a experiência da capital para as outras cidades. “Oferecemos informações sobre as ações realizadas em Campo Grande e queremos, também, aprender o que há de melhor no interior. Sabemos que, durante a pandemia, a maioria dos hospitais passou por grandes problemas e esse evento traz um grande diálogo sobre o trabalho que foi desenvolvido”.

De acordo com Flávio Stival, diretor de Unidades Hospitalares da Cassems, a uniformização dos protocolos de atendimento na rede hospitalar de todo o estado é um dos contribuintes para a qualidade assistencial do plano de saúde. “A Caixa dos Servidores, hoje, é o maior plano de saúde do estado, tem a maior rede assistencial de Mato Grosso do Sul e, também, a maior rede hospitalar. Somos uma referência regional e nacional, então, buscamos a padronização para trazer a qualidade no atendimento. Queremos alinhar a gestão e a parte técnica”.





ASSECOM

***