Ecossistema Dakila presenteia cidade de Luque com Relógio Solar em ciclovia - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

13/10/2021

Ecossistema Dakila presenteia cidade de Luque com Relógio Solar em ciclovia


Mesmo de baixo de chuva, foi inaugurado no primeiro sábado de outubro (02) o Relógio de Sol Kuarahy Rape (Caminho do Sol) na Ciclovia Capitan Valois Rivarola, na cidade de Luque. O artefato é um presente do Ecossistema Dakila que marca oficialmente o início dos trabalhos da Associação de pesquisas no Paraguai.

O relógio de sol é uma tecnologia já experimentada nas instalações de Dakila Pesquisas no Mato Grosso do Sul. Seu estudo permite entender melhor sobre os astros e suas possíveis anomalias, além de compreender mais profundamente sobre o fenômeno do analema solar.

Na cidade de Luque, o relógio solar possui uma linda representação da guampa e da bomba de Tereré, bebida típica do Paraguai, além de uma borboleta. Conforme explicou Carlos Julian González, representante de Dakila Pesquisas do Núcleo Paraguai, a obra é feita de ferraria com técnicas de filigrana paraguaia (aplicação de fios de ouro ou prata entrelaçados e soldados delicadamente), um tipo de artesanato muito comum na região.

“A obra faz alusão a guampa e a bomba para o Tereré, que foi declarado patrimônio cultural da cidade de Luque. Além disso, foi estabelecido que o último sábado de fevereiro de cada ano seja instituído como Dia Nacional do Tereré, com o objetivo de proteger e fortalecer a identidade nacional. A ancestral bebida guarani também foi reconhecida como patrimônio imaterial da humanidade, em 17 de dezembro de 2020. Já a borboleta, por sua vez, representa a mudança e a transformação que está associada às viagens entre mundos em busca de conhecimento, cruzando fronteiras e vivências que nos enriquecem”, explicou Carlos.

O presidente do Ecossistema Dakila, Urandir Fernandes de Oliveira, se fez presente na inauguração do relógio solar e frisou a importância desse momento para a Associação. “Este é um evento muito especial, pois assim como fizemos na sede de Dakila, hoje estamos aqui em Luque inaugurando mais um relógio do sol. Quero agradecer as autoridades presentes que ajudaram a realizar parte desse trabalho e também aos pesquisadores e associados que auxiliam a fazer a diferença no mundo. Que esse ato fique registrado em nossa memória e coração para que possamos passar às próximas gerações todo conhecimento adquirido”.\



Urandir Fernandes de Oliveira em seu momento de fala agradece a todos os envolvidos na realização do relógio e do evento Tapé Avirú. Na foto, ao lado direito do presidente está Juliet Sarai, e ao lado esquerdo Beatriz Arruá de Martinez e Carlos Julian González. Segurando o guarda-chuva María Liz Alderete.

Beatriz Arrúa de Martínez, diretora de cultura da Cidade de Luque, em sua fala durante a solenidade deu as boas-vindas aos turistas e agradeceu ao Ecossistema Dakila por escolher Luque para receber o relógio solar.

“Estamos muito felizes porque escolheram a cidade de Luque para entregar este grande presente. Quando começaram a falar do projeto, não sabíamos muito sobre o assunto, mas entendemos que sempre tem algo místico por trás das histórias e isso nos chama um pouco a atenção. Quando estamos investigando tudo que foi dos nossos ancestrais, a gente sempre olha para o outro e nos perguntamos como essas coisas foram conquistadas, então o que vocês estão investigando e os locais que estão visitando parece-me algo extraordinário, por isso desejo boas-vindas ao Paraguai, a República de Luque, pois somos um povo muito hospitaleiro”, disse a diretora.

A inauguração do relógio do sol fez parte da programação do Circuito Turístico Tapé Avirú que teve programação no Paraguai até o dia 4 de outubro. O encontro foi repleto de atrativos culturais, históricos e experimentais por meio do turismo de aventura. Acesse o Instagram @tapeavirupy e saiba mais. Assista a transmissão da inauguração do relógio solar pelo canal do YouTube da TVCH: Especial Paraguai – Inauguração do Relógio de Sol em Luque PY – TVCH Ao Vivo – YouTube

Imagem em destaque: Arquivo Dakila