TRÊS LAGOAS| Meio Ambiente aponta queda de queimadas nos 8 primeiros meses de 2021, mas pede colaboração da população devido estiagem - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

01/09/2021

TRÊS LAGOAS| Meio Ambiente aponta queda de queimadas nos 8 primeiros meses de 2021, mas pede colaboração da população devido estiagem

©Agraer MS
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) registrou 127 denúncias de queimadas na área urbana de Três Lagoas, de janeiro até agosto deste ano na cidade. Comparando ao mesmo período de 2020, quando foram registradas 166 denúncias, esta infração teve uma queda de 23,5% no Município.

Contudo, a SEMEA alerta para o período de estiagem que deve permanecer ainda este mês, conforme os institutos de meteorologia. A diretora de Meio Ambiente, Maysa Costa, comenta que além de lixo doméstico, folhagens e galhos, o mato dos terrenos baldios e pastagens castigados pela seca representam a maioria das denúncias.

“Estamos ativamente atendendo as denúncias que chegam até nós, além da fiscalização constante nos bairros do Município e, algo comum, porém perigoso é queimada nesses terrenos e pastagens. Qualquer foco de incêndio é um grande risco para o meio ambiente, para a saúde das pessoas e para a vida animal. Por isso, em nossas campanhas sempre pedimos a conscientização das pessoas e enfatizamos que este crime ambiental é passível de multa”, explicou.

A diretora reforça ainda que os proprietários devem manter a obrigatoriedade da limpeza periódica de seus terrenos, não deixando crescer mato e acumular lixo. Este problema também pode gerar notificação e multa.

Recentemente, um incêndio de grandes proporções atingiu a área florestal próxima ao Distrito Industrial e mobilizou o Corpo de Bombeiros, brigadistas de incêndio das fábricas e a equipe ambiental da SEMEA.

VIDA ANIMAL

A área rural também é atendida pela Secretaria, onde já houve casos de queimadas em pastos e hortos florestais, sendo este último de responsabilidade da Polícia Militar Ambiental (PMA). “O risco se torna maior aos animais que estão em seu habitat, muitos em ninhos, bandos ou limitados em espaço cercado. Nessas áreas, a gente pede cuidado redobrado, mesmo porque o socorro pode demorar, devido a distância”, completou.

QUANDO E QUEM PROCURAR?

INCÊNDIO FLORESTAL - A PMA é responsável em atender às denúncias e fiscalizar incêndios florestais e em grandes áreas rurais.

LIXO E TERRENOS URBANOS - A SEMEA fiscaliza queimadas em lixo e terrenos baldios na área urbana de Três Lagoas, região de ranchos e distritos, podendo autuar os autores, caso sejam identificados.

PARA APAGAR FOGO - O Corpo de Bombeiros é a única autoridade com mecanismos e profissionais capazes de combater incêndios. Vale ressaltar que o CB não apaga fogo em terreno baldio, exceto se houver risco de comprometer rede elétrica e imóveis próximos.

SERVIÇO

A SEMEA trabalha com denúncias. O cidadão pode colaborar no enfrentamento às queimadas ao identificar algum morador ateando fogo em lixo, galhadas e terrenos com mato alto ligando no telefone (67) 3929-1248. A multa por queimadas em terrenos baldios é de 100 UFIM’s por lote. Atualmente, 1 UFIM equivale a R$ 5,10.

ASSECOM

***