Senador Nelsinho Trad conquista mais R$ 1,4 milhão do Ministério da Saúde para quatro municípios de MS - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

06/09/2021

Senador Nelsinho Trad conquista mais R$ 1,4 milhão do Ministério da Saúde para quatro municípios de MS

Bataguassu, Corguinho, Juti e Ladário são contemplados com recursos para custeio dos serviços de atenção primária à saúde

Senador Nelsinho Trad
O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) conseguiu, na última sexta-feira (3), a liberação de R$ 1,4 milhão do Ministério da Saúde para quatro municípios de Mato Grosso do Sul: Bataguassu, Corguinho, Juti e Ladário. “São recursos para o incremento temporário ao custeio dos serviços de atenção primária à saúde para cumprimento de metas”, explica o senador Nelsinho Trad.

De acordo com as regras, não é permitido o uso do valor para pagamento de funcionários e compra de medicamentos. A Bataguassu, foram encaminhados R$ 600 mil. Ao todo, esse município, já recebeu R$ 3,4 milhões de recursos federais por intervenção do senador Nelsinho Trad. “Com esses R$ 600 mil, foram R$ 800 mil da Saúde e mais R$ 2,5 milhões da Funasa para obras de saneamento básico”, comentou.

O município de Corguinho também foi contemplado com R$ 200 mil do Ministério da Saúde e, do início do mandato do senador até o momento, já recebeu R$ 649 mil para ações na saúde pública.

Segundo o senador, Ladário totaliza R$ 400 mil na conta com recursos liberados do governo federal. “Conseguimos R$ 100 mil no ano passado para combate à covid e, agora, mais R$ 300 mil para custeio dos serviços de atenção básica”, disse.

Juti

O município de Juti recebeu R$ 300 mil de emenda do senador Nelsinho Trad para ações da saúde. Esse valor somado às liberações anteriores totalizam R$ 3,7 milhões. O prefeito Gilson Cruz (PSD) ficou satisfeito com a boa notícia. “Senador Nelsinho Trad é quem realmente está ajudando o município de Juti”, enfatizou o prefeito.

Mais de R$ 500 mil do Ministério da Saúde foram encaminhados para Juti, R$ 1,2 milhão do Ministério do Desenvolvimento Regional para obras de infraestrutura, drenagem e pavimentação de ruas e R$ 1 milhão da Funasa (Fundação Nacional da Saúde) para saneamento básico.​


ASSECOM


***