Durante agenda em Brasília, deputado Neno Razuk se reúne com governador do DF e busca linhas de financiamentos para prefeituras do interior de MS - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

09/09/2021

Durante agenda em Brasília, deputado Neno Razuk se reúne com governador do DF e busca linhas de financiamentos para prefeituras do interior de MS

©DIVULGAÇÃO
O deputado estadual Neno Razuk (PTB) cumpriu agenda em Brasília (DF) acompanhado dos prefeitos de Caarapó André Nezzi (PSDB) e de Nova Alvorada Do Sul Paleari (DEM), o vice-prefeito de Naviraí Márcio Araguaia (PTB) e da vereadora de Amambaí Janete Colman (PSDB) para juntos buscarem recursos em prol de fortalecer o municipalismo sul-mato-grossense.

Uma das reuniões foi com o Governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha, numa visita de cortesia para conhecer projetos que possam ser aplicados em nosso Estado.

“Trocamos ideias sobre ações que já são desenvolvidas no Distrito Federal e que podem ser levadas para Mato Grosso do Sul, além de conversar sobre o cenário atual da economia e possibilidades de investimentos em nosso Estado”, destacou Neno sobre a conversa.

Ainda em Brasília, o grupo se encontrou com o diretor-presidente da Anater (Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural) Ademar da Silva Junior onde foram apresentadas demandas para o setor agropecuário e da agricultura familiar no Estado. “Conversamos com o Ademar sobre o nosso trabalho para buscar soluções para a agricultura familiar e desenvolvimento do agronegócio como um todo. Foi uma conversa produtiva e que renderá bons frutos”.

A agenda de quarta-feira foi finalizada em uma conversa com o diretor-presidente do BRB (Banco de Brasília) Paulo Henrique Costa. “Falamos sobre linhas de crédito e financiamento de projetos para Dourados e demais prefeituras do interior, buscando soluções financeiras e fomentos para progresso de Mato Grosso do Sul. São conversas que abrem os horizontes para diversas ações, além de abrir espaço para que iniciativas sejam apresentadas para os prefeitos do interior”, lembrou.





ASSECOM


***