Senador Nelsinho Trad viabiliza R$ 212,7 milhões da União para Campo Grande - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

25/08/2021

Senador Nelsinho Trad viabiliza R$ 212,7 milhões da União para Campo Grande


Cidade Morena comemora 122 anos e, nas vésperas de seu aniversário, recebe R$ 10,3 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional para obras de pavimentação. Esse valor somado a outros recursos já conquistados é o resultado do trabalho do senador Nelsinho Trad pela Capital (veja imagem em anexo)

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) anuncia, nesta quarta-feira, a liberação de R$ 10,3 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), recursos solicitados pela bancada federal de Mato Grosso do Sul, para Campo Grande. Ao todo, como o coordenador dos parlamentares sul-mato-grossenses e com projetos individuais, viabilizou R$ 212, 7 milhões para Cidade Morena nestes dois anos e 8 meses.


“Tenho excelente notícia no aniversário de Campo Grande, a gente liberou R$ 4,2 milhões em junho para recuperação da malha viária nas regiões urbanas do Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. Hoje, recebemos o comunicado de mais R$ 6,3 milhões para as obras de pavimentação. Campo Grande está se preparando para o futuro. Parabéns, Capital Morena”, destacou o parlamentar.

Na semana passada, foram R$ 16,5 milhões empenhados para obras de asfalto na Capital. Desses recursos, R$ 6,5 milhões para pavimentação e drenagem no Jardim Itatiaia e no Bairro Tiradentes e R$ 10 milhões para Jardim Mansur. De acordo com o senador Nelsinho Trad, esses projetos foram priorizados pelos parlamentares para Cidade Morena.




Com esses valores empenhados, (R$16,5 milhões como coordenador da bancada), mais R$ 10,3 milhões liberados pelo MDR, R$ 126 milhões em financiamentos autorizados e R$ 59,9 milhões de recursos federais já pagos por solicitação do senador Nelsinho Trad, Campo Grande chega aos 122 anos com R$ 212,7 milhões viabilizados durante o mandato do coordenador da bancada federal. “ Viva a nossa Capital, prefeito Marquinhos Trad e população, conte conosco em Brasília pelo desenvolvimento da nossa cidade”, afirma o senador Nelsinho Trad.




Valores liberados de emendas do senador e de projetos parados


O senador Nelsinho Trad conquistou R$ 59,9 milhões de recursos federais para educação, saúde e infraestrutura, de emendas dele e de projetos apresentados em anos anteriores.

Do Ministério da Saúde, o parlamentar recebeu a liberação de outros R$ 20 milhões para custeio da área na capital, atendimentos ao Hospital Nosso Lar, São Julião, Apae, Maternidade Cândido Mariano e Asilo São João Bosco e outros R$ 20 milhões para o combate à covid.

De recursos já pagos, Campo Grande conquistou por ações do senador Nelsinho Trad a liberação de R$ 1,5 milhão do Governo Federal para obras na Casa da Mulher Brasileira.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) liberou também ao parlamentar R$ 15,5 milhões para obras de drenagem do Anhanduí, Cabaça e Areia, pavimentação do Bairro Tijuca Etapa A e B e para restauração da Orla Morena.

Do Fundo Nacional de Educação, R$ 2,5 milhões para construção de escola na Cidade dos Meninos, ampliação de laboratório em escola, ônibus escolares e 12 salas espaço educativo na Vila Nathália. A Sirpha- Lar do Idoso em Campo Grande – recebeu R$ 100 mil. Na instituição, segundo o presidente Mauri da Costa Lima, 74 idosos são atendidos. “O que é possível fazer, estamos trabalhando por Campo Grande”, disse o senador Nelsinho Trad.

R$ 126 milhões em financiamentos

Por articulações do senador Nelsinho Trad junto ao Governo Federal, Campo Grande terá R$ 126 milhões em financiamentos. A Capital receberá R$ 24 milhões para revitalização da Avenida Bom Pastor (um corredor gastronômico); R$ 45 milhões para obras de pavimentação do Rita Vieira e região (10 km recapeamento e 10 km drenagem).

O terceiro financiamento para Campo Grande é de R$ 27 milhões para renovação da frota de 282 novos veículos. A maioria era da década de 70.

O quarto contrato é de quase R$ 30 milhões em investimentos para tecnologia, para fibra ótica e construção do centro de monitoramento da Agetran e da Guarda Municipal.

Fonte: Assecom