POLITICANDO| Com Jota Menon - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

22/08/2021

POLITICANDO| Com Jota Menon




DESOLAÇÃO – O cenário na região de Porto Murtinho é de desolação devido às queimadas que ocorrem em várias regiões do município. Algumas fazendas perderam 100% dos seus campos e animais foram atingidos pelo fogo (foto acima). Na fazenda Engano, localizada a 150 km da sede do município, todo o campo foi devastado pelo fogo. Segundo o gerente da propriedade, só será possível saber se houve animais mortos após juntar o rebanho. Acossado pelo fogo, o gado sumiu tudo, segundo palavras do administrador.


DESOLAÇÃO (1) – No combate aos incêndios, muitos deles praticados criminosamente por ação do homem, militares do Corpo de Bombeiros foram distribuídos em diversas equipes para tentar atender às solicitações que chegam através do telefone de emergência (193). Caminhões pipas e aeronaves estão sendo usados no combate aos focos de calor.

PEGANDO FOGO – Se por um lado Porto Murtinho está ardendo literalmente em chamas, por outro, lá pelas bandas do Planalto Central o clima é pra lá de pirético. E a coisa ficou ainda mais quente quando o presidente Bolsonaro resolveu contrariar todos os conselhos em contrário dados por seus aliados e entrou com um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo, Alexandre Moraes (foto acima).

MUITOS PEDIDOS CONTRA ELE – Pelo modo com que os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG/foto abaixo), e o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP-AL), têm conduzido a política sobre pedidos de impeachment que lhes foram apresentados e tendo como impedido o presidente da República, este pode tirar o cavalo da chuva, porque aqueles vão sentar em cima, mesmo. Pelo menos foi o que fizeram até agora com mais de 150 pedidos de impeachment que foram endereçados às duas Casas que formam o Congresso Nacional.

BENESSES – Lauro Jardim, de O Globo, noticia hoje em seu blog que Jair Bolsonaro botou nas mãos de Ciro Nogueira uma guloseima apetitosa: ofereceu mais quatro ministérios para o Centrão – ainda sem definição de quais seriam exatamente. Dois irão para o Senado da República escolher e mais dois para a Câmara Federal.

DATA-LIMITE – Ainda segundo Lauro Jardim, um escolado líder do Centrão respondeu assim à possibilidade de a facção deixar o governo Bolsonaro: “Antes de 2 de abril, ninguém sai”. A data, seis meses cravados antes da eleição, é o prazo final para a desincompatibilização de quem disputará as urnas de outubro.

Esse clima descontraído entre presidente e vice-presidente há tempos deixou de existir _ Arquivo

AINDA O PLANALTO – O presidente Jair Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão (foto ao lado, à esquerda), há tempos vivem um casamento típico de fachada, daquelas relações com quase nenhuma sintonia. A crise permanente – o general, em tom de desabafo, já chegou até a falar em renúncia – atingiu um dos piores momentos nas últimas semanas quando o presidente se sentiu traído ao descobrir pela imprensa que Mourão havia se encontrado às escondidas com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, um dos seus principais desafetos e contra quem ele promete apresentar um pedido de impeachment no Senado.

Bolsonaro durante o desfile dos blindados, em Brasília _ Arquivo

QUASE NÃO OCORRE – O encontro que irritou o presidente por pouco não ocorreu. Um interlocutor já havia tentado agendá-lo, mas, inicialmente, Barroso resistia. A resistência de Barroso foi quebrada quando ele soube que Bolsonaro reuniria seus ministros para prestigiar o desfile de blindados pela Praça dos Três Poderes (foto ao lado, à direita). Tão logo soube da decisão de Bolsonaro, mandou seus auxiliares agendarem o encontro com Hamilton Mourão.

MILITARES FORA DA CRISE – A reunião, revelada pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, ocorreu no dia do desfile militar, e terminou com o vice dizendo o que o ministro Luís Roberto Barroso (foto acima) queria ouvir: que as Forças Armadas não embarcariam em aventuras inconstitucionais. Bolsonaro não se conformou.








CAMPO GRANDE 122 ANOS – Na próxima quinta-feira o povo campo-grandense lembrará os 122 anos de emancipação político-administrativa do município. Sob o comando do prefeito Marquinhos Trad (PSD/foto à esquerda), a Cidade Morena tem passado por uma verdadeira metamorfose, especialmente na área central onde as principais artérias estão sendo reconstruídas.

A nova Rua 14 de Julho após as obras do programa Reviva Centro _ Assessoria PMCG

CAMPO GRANDE 122 ANOS (1) – Além das obras do programa Reviva Centro (foto à direita) há as obras de recapeamento de praticamente toda a malha viária da Capital por onde trafegam ônibus do transporte coletivo urbano. Uma medida que vai fazer com que, por muito tempo, não sejam necessárias as famigeradas operações tapa-buracos que renderam muita roubalheira no passado.

ANIVERSARIANTES DA EDIÇÃO – Comemoram aniversários nos dias de vigência desta edição de Politicando os seguintes amigos e amigas: Ontem, 21 de agosto: minha linda e doce netinha Fernanda Harumi Menon Koumegawa (foto à esquerda); Rosalia Alvarenga; minha amiga Edna Marinho; Marlene Cruz; Gustavo Franco, o Guto, neto do saudoso Nalvo Franco; Chéritti Batista Gonçalves; minha prima maringaense Marlucia Menon Donegá e meu grande amigo de Sapezal, no Mato Grosso, professor Cleber Moraes Ribas (foto à direita com a esposa Cristiane e os filhos Filippa e José Teodoro).
 

no dia, 22 foi o aniversário de meu amigo/irmão Claudenir Paes Silva; advogado Geraldo Cavalcante Pinheiro; grande colega jornalista Mauricio Pinto Hugo; Diego Conrado e Ana Maria Souza Araújo. Amanhã, 23 de agosto: Marilene Brutti; Fernanda Chirata; Toninho Tavano; Cláudia Reali; Andrezza Araujo; Daiana Klagenberg; Denize Koumegawa; minha madrinha de Batismo Antonia Alves Lima lá de Cianorte (PR); Jamilson Oliveira; a linda Ercilia Siqueira e Maria Luiza Oliveira. Na terça-feira, 24, será o dia de festejar os aniversários de Luiza Oliveira; Kaio Kislhak; Fernanda Fialho; Maria Rita Barboza e a sempre doce e linda Rita Francielli Cossetin. Antes finalizar, registro com um pouquinho de atraso o aniversário da minha netinha do coração Ana Luíza Torres Alencar Vieira (foto à esquerda com o pai Luiz Júnior) festejado no dia 19 de agosto. A todos os aniversariantes os parabéns e beijos no coração.

VIVA O PORCO! – Somos benevolentes e como o “Dourado”, Alviverde de Cuiabá, precisava se afastar da zona de rebaixamento, deixamos eles levarem os três pontos para a Capital Mato-grossense. E viva o Porco!