Sócio de empresário morto por pistoleiro é preso como mandante do crime - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

09/07/2021

Sócio de empresário morto por pistoleiro é preso como mandante do crime

Rodinei Alves dos Santos destruiu celular para eliminar pistas, mas polícia apreendeu aparelho

Celular de sócio de empresário morto dia 7, destruído para eliminar provas
O empresário Rodinei Alves dos Santos, 41, está preso em Dourados (a 233 km de Campo Grande) acusado de ser o mandante do assassinato do sócio dele, Junior da Silva Bonato, 41, o “Juninho”, ocorrido na noite de quarta-feira (7).

Bonato e Rodinei dois eram donos da DG Transportes, localizada no bairro Alto das Paineiras, saída para Itaporã, onde o primeiro foi executado com 11 tiros de pistola 9 milímetros por volta de 20h de quarta-feira.

Inicialmente, Rodinei foi considerado testemunha do crime, já que ele contou ter ficado por pelo menos três horas como refém do pistoleiro até a chegada de Junior Bonato. Também afirmou ter se trancado no banheiro a mando do criminoso segundos antes do sócio ser executado.

Ainda na cena do crime, Rodinei contou que o pistoleiro tinha levado seu celular. Entretanto, a polícia descobriu ontem que o empresário tentou destruir o aparelho para apagar pistas. O celular danificado foi apreendido.

O delegado Erasmo Cubas, chefe do SIG (Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil, deve divulgar mais detalhes do caso ainda na manhã desta sexta-feira.

Rodinei Alves dos Santos, que mora anexo ao local do crime, foi autuado em flagrante por “homicídio qualificado mediante paga ou promessa de recompensa ou por outro motivo torpe” e por “fraude processual”.

Junior Bonato tinha antecedentes por tráfico de drogas e desde o início a principal suspeita era de que ele tivesse sido morto por desacerto no submundo do crime. Em 2010, Bonato havia sido condenado a 4,8 anos de prisão por envolvimento com quadrilha internacional baseada em São Paulo que trazia cocaína da Bolívia.

A SUV Toyota Hilux SW4 branca pertencente a Junior Bonato, levada pelo pistoleiro, foi encontrada abandonada ontem de manhã na Rua Gaspar Alencastro, na Vila Rosa, a quatro quilômetros do local do crime.
Local onde Junior Bonato foi morto por pistoleiro, quarta-feira ©Adilson Domingos




Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por: Hélio de Freitas, de Dourados

***