- Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

21/07/2021

©DIVULGAÇÃO
O município de Três Lagoas vem trabalhando arduamente no enfrentamento da pandemia, por meio de sua rede de saúde. Desde março de 2021, durante um dos piores cenários epidemiológicos vivenciados na pandemia até então, o município já havia realizado adequação na Rede de Urgência e Emergência e assim a UPA-24h passou a atender exclusivamente casos de Covid-19, ofertando leitos para tratamento de paciente com casos moderados da patologia.

Com investimento em sua infraestrutura e recursos humanos, a UPA-24h de Três Lagoas conseguiu autorização e qualificação pelo Ministério da Saúde para 15 leitos de suporte ventilatório para atendimento ao paciente acometido pela Covid–19.

Para a secretária de Saúde, Elaine Fúrio, "essa autorização dos leitos é importante pois não havia nenhum tipo de apoio do Ministério da Saúde para isso, sendo uma organização e responsabilidade somente do município, até então. Essa iniciativa ousada adotada pelo município na UPA, foi importante para o tratamento de casos moderados e graves e ainda no apoio a redução de internação hospitalar”, disse.

Além disso, Elaine destacou que “a estrutura assistencial organizada na UPA facilitou ainda mais a atender os requisitos do Ministério e assim Três Lagoas será o primeiro município do Estado de Mato Grosso do Sul a receber autorização e qualificação dos leitos como Suporte Ventilatório”.

RETORNO AO ATENDIMENTO DE CASOS CLÍNICOS

Contando com investimentos próprios do município para aumentar ainda mais a infraestrutura, a UPA, retornará, após as obras de reforma que estão em fase de finalização, com os atendimentos aos casos clínicos, bem como os atendimentos aos casos de Covid-19, incluindo os leitos qualificados de suporte ventilatório.

ASSECOM

***