CAPITAL| Câmara antecipa eleição de mesa em 1 ano e meio e deve reeleger Carlão - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

14/07/2021

CAPITAL| Câmara antecipa eleição de mesa em 1 ano e meio e deve reeleger Carlão

Eleição da mesa será realizada nesta semana para não atrapalhar eleições federais e estaduais em 2022

O 1º secretário da mesa diretora da Câmara Municipal, Delei Pinheiro (PSD), e o presidente Carlos Augusto Borges (PSB)
Apenas 6 meses após eleição da Mesa Diretora, os vereadores marcaram para amanhã (15), nova escolha para o comando da Câmara Municipal de Campo Grande. A antecipação em 1 ano e meio ocorre por conta das eleições estaduais de 2022. Logo após a sessão ordinária, em que os parlamentares votam os projetos de lei, será realizada a votação para decidir quem assumira a mesa para mandato de janeiro de 2023 até dezembro de 2024..

A eleição é para os últimos dois anos da atual legislatura, cujos vereadores tomaram posse em 2021. A mesa diretora é responsável por tarefas administrativas e executivas da câmara.

A presidência atual deve se reeleger com chapa única, já que, até então, ninguém manifestou formação de segunda chapa, avalia o 1º vice-presidente da mesa, Loester Nunes (MDB).

Com isso, além de Loester, devem permanecer na mesa o presidente Carlos Augusto Borges (PSB), o Carlão, o 2º vice-presidente Roberto Santana, o 3º vice-presidente Eduardo Miranda (Patriota), o 1º secretário Delei Pinheiro (PSD), o 2º secretário Epaminondas Vicente Neto (Solidariedade) e o 3º secretário Ronilço Guerreiro (Podemos).

Experiência - Na avaliação de Loester a composição da mesa tem tido experiência suficiente e necessária para presidir a Casa.

“Tem ido muito bem até aqui, porque a mesa tem pessoas com experiência. Geralmente, não dá para ser vereadores de primeiro mandato na presidência, porque é bem complicado. É uma Casa política, então tem que ter muita responsabilidade e não deixar subir para cabeça e conduzir bem”, comenta o 1º vice-presidente da mesa. 

Por Caroline Maldonado

***