CAPITAL| Atendendo sugestão da CDL vereador Carlão apresenta Projeto de Lei em reconhecimento aos moto-entregadores - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

13/07/2021

CAPITAL| Atendendo sugestão da CDL vereador Carlão apresenta Projeto de Lei em reconhecimento aos moto-entregadores

vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB)
O vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), presidente da Câmara Municipal de Campo Grande apresentou Projeto de Lei alterando a LEI Nº 4.152/2004 que institui, no Município o “Dia do Mototaxista”, comemorado em data de 24 de abril de cada ano. Carlão enaltece a importância dos Moto-entregadores e, portanto, acrescenta a comemoração da data municipal aos moto-entregadores, moto-fretistas e motoboys.

“Estive participando de uma live com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande (CDL CG), Adelaido Vila, juntamente com a presidente Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul (FCDL), Inês Santiago, e ambos sugeriram o reconhecimento a estes profissionais. Enaltecendo o quanto foram fundamentais para a sobrevivência do comércio varejista da Capital durante o período de Pandemia. Fico feliz em poder reconhecer esses homens e mulheres que diariamente ajudam a fazer a economia da nossa cidade girar. Outro ponto que destaco, é que devido à crise financeira muitos profissionais de outras áreas, acabaram assumindo essa nova função. Tendo em vista a grande demanda por entregas de alimentos e os mais diversos produtos de consumo”, afirmou Carlão.

O Projeto de Lei segue tramitação inicial e está sendo avaliado pelas comissões da Casa de Leis.

“Além deste projeto, o CDL e o FCDL também sugeriram outro PL de minha autoria que segue tramitação inicial na Câmara. O “Programa Maior Cuidado”, que visa oferecer banheiros e bebedouros públicos por concessão em troca de publicidades. É importante ouvir a sociedade e as lideranças, especialmente para a criação de novas leis. Assim atendemos verdadeiramente a expectativa da população em suas mais variadas necessidades”, concluiu o presidente.

Por: Janaina Gaspar

***