Bombeiros encerram combate ao fogo em Jardim e Bonito - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

16/07/2021

Bombeiros encerram combate ao fogo em Jardim e Bonito

Preocupação era extinguir as chamas que ameaçavam a fauna e flora na região turística próxima ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Fogo, no entanto, matou animais, entre eles uma sucuri de 5 metros.

Bombeiros encerram operação nos municípios de Bonito e Jardim ©Corpo de Bombeiros/Divulgação
Após oito dias de combate ao fogo nas cidades turísticas de Bonito e Jardim, na região sudoeste do estado, os bombeiros encerraram a operação Panemorfi nessa quinta-feira (15). A todo o momento, ainda conforme a corporação, a preocupação era extinguir as chamas que ameaçavam a fauna e flora na região turística próxima ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

“A maior parte do incêndio foi controlado praticamente no quarto dia de combate. No entanto, pelo satélite, diariamente surgiam focos de calor. Enviamos equipes para fazer o combate, rescaldo e monitoramento da área atingida. Desde ontem não há registro de novos focos de incêndio na região. Porém, temos bombeiros militares de Jardim que permanecem de prontidão, caso surjam novos incêndios”, disse ao G1 o comandante da operação, major André Vitório Munhoz Rosa de Oliveira.

Ao todo, foram 8 dias de operação, com 50 militares empenhados, além de 11 viaturas, duas embarcações, diversos materiais de combate ao incêndio florestal, além de duas aeronaves locadas pelo governo do estado.

Rastro de morte e sucuri de 80 quilos

O fogo matou animais da região, como as sucuris, e devastou a mata nativa. A sucuri de cerca de 5 metros e 80 quilos foi encontrada carbonizada por militares no último domingo (11).

"Estávamos fazendo a vistoria nas proximidades da fazenda São João, ainda na parte da área de Bonito, quando nos deparamos com esta sucuri que, infelizmente, não conseguiu se livrar das chamas. Lamentável", afirmou na ocasião o capitão Valdeck de Siqueira Santos.
Militares encontraram sucuri neste domingo (11) — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Incêndios em 2020

Em 2020, o Pantanal foi atingido pela maior tragédia de sua história. Incêndios destruíram cerca de 4 milhões de hectares. 26% do bioma (o que representa uma área maior que a Bélgica) foi consumida pelo fogo. Cerca de 4,6 bilhões de animais foram afetados e ao menos 10 milhões morreram.

Até hoje, a região ainda não se recuperou totalmente da tragédia. E a previsão é de estiagem ainda mais severa neste inverno de 2021. Por conta disto, a comunidade ribeirinha de Barra de São Lourenço, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, vive de doações.
Militares combatendo o fogo em MS — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação



G1

***