MS transfere mais dois pacientes com Covid para hospitais do estado de São Paulo - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

13/06/2021

MS transfere mais dois pacientes com Covid para hospitais do estado de São Paulo

Avião com infectados decola às 17h, no horário sul-mato-grossense. Estado agora soma 31 pacientes encaminhados para serem internados em outros estados, por conta do colapso no sistema de saúde.

Transferência de pacientes de Mato Grosso do Sul para São Paulo neste domingo (13) ©SES/Divulgação
O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), está organizando a transferência de mais dois pacientes com Covid-19 para o Estado de São Paulo na tarde deste domingo (13). Com essas novas transferências, Mato Grosso do Sul somará 31 pacientes encaminhados para serem internados em outros estados.

De acordo com a SES, serão transferidos dois pacientes que estão internados em unidades de saúde em Dourados. As famílias deram autorização para a transferência e o translado de Dourados até a Base Aérea de Campo Grande já foi feito em ambulâncias.

Ainda conforme informações da Secretaria de Saúde, o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) irá decolar por volta das 17h de Campo Grande (16h no horário de Brasília) com destino o aeroporto de Congonhas, na cidade de São Paulo (SP). Os pacientes serão encaminhados Hospital Estadual Metropolitano Santa Cecília e para o Ambulatório Médico Especializado (AME) Barradas.

A Central Estadual de Regulação está levantando a possibilidade de novas transferências, por conta ainda da falta de leitos clínicos e de UTI disponíveis em Mato Grosso do Sul. Segundo Boletim Epidemiológico divulgado neste domingo (13), 103% dos leitos de UTI no estado estão ocupados, com 201 pacientes na fila por leitos.

Dos 31 sul-mato-grossenses transferidos, nove foram para o estado de Rondônia, sendo 7 moradores de Dourados, um de Bonito e outro de Itaquiraí, que estava internado em Eldorado. No último domingo (6), cinco pacientes, sendo 2 de Campo Grande e 3 de Maracaju, foram levados para São Paulo. Nesta segunda-feira (7), dois pacientes de São Gabriel do Oeste foram para São Paulo.

Já na terça-feira (8) três pacientes de Campo Grande e dois pacientes de São Gabriel do Oeste foram para São Paulo, enquanto na quarta-feira (9), quatro pacientes de Dourados foram para São Bernardo do Campo. Na última sexta-feira(11), quatro pacientes foram encaminhados para São Bernardo do Campo e, neste domingo, mais dois devem ir até São Paulo.

A SES informou que registrou, até este domingo, apenas uma alta entre os pacientes transferidos para outros Estados, o de uma paciente de 29 anos que estava internada em Porto Velho desde 4 de junho e retornou para a cidade de Dourados em 11 de junho.

De acordo com o boletim epidemiológico deste domingo, Mato Grosso do Sul registra 313.530 casos de Covid desde o início da pandemia, com 7.477 óbitos, uma taxa de letalidade de cerca de 2,4%.

Mortes de transferidos

De acordo com a SES, até o momento 4 Transferida de Mato Grosso do Sul para Rondônia devido a falta de vagas para pacientes com Covid, Nice Menani morreu na noite de segunda-feira (07), em Porto Velho.

Nice era moradora de Dourados e havia sido levada para a capital rondoniense na sexta-feira (04), junto com outros seis pacientes da cidade.

Outro paciente transferido de Mato Grosso do Sul morreu em São Paulo que havia sido transferido devido a falta de vagas no estado para pacientes Covid. O homem tinha 53 anos, era de Maracaju e tinha sido encaminhado para o Hospital Geral Vila Penteado no último domingo (06).

O terceiro paciente transferido que veio a óbito, é um homem de 66 anos do grupo de cinco pacientes que foram transferidos nesta terça-feira (8) para o estado de São Paulo. O paciente morava no município de Campo Grande. Ainda na capital estava internado na UPA Leblon e foi encaminhado para o Hospital Geral Vila Penteado na capital paulista.

Morreu na noite dessa quinta-feira (10), um idoso de 76 anos, morador de Campo Grande, ele é o quarto paciente com Covid-19 a morrer, entre os transferidos para outros estados devido a falta de vagas em hospitais de Mato Grosso do Sul. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), ele estava internado no Hospital Geral Vila Penteado, em São Paulo.

Por G1MS

***