Equipe da Secretaria de Assistência Social visita Casa de Acolhimento em Água Clara - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

04/06/2021

Equipe da Secretaria de Assistência Social visita Casa de Acolhimento em Água Clara

O objetivo foi colher informações técnicas e burocráticas para auxiliar na construção do projeto da sede própria para a Casa de Acolhimento do nosso Município

©DIVULGAÇÃO
Nesta semana, uma Equipe Técnica composta pela Secretária da Assistência Social, Guiomar Soares, a Educadora Social, Solielly Alves, e a Diretora da Casa de Acolhimento Camila Disque Dutra, visitou a Casa de Acolhimento no Município de Água Clara para colher informações técnicas, burocráticas e infra estruturais do prédio. A prefeita de Água Clara, Gerolina da Silva Alves, esteve presente recepcionando a equipe.

A visita teve como principal objetivo a troca de experiências e informações regulamentares e de funcionamento diante do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para que a Secretaria possua referência, e dê início ao projeto de uma construção da sede própria para a Casa de Acolhimento no Município, que irá amparar casos de direitos violados de alta complexidade. Com apoio do Conselho Municipal de Assistência Social (CMDCA).

Camila Disque Dutra, Diretora da Casa de Acolhimento Pequeno Príncipe de Ribas, diz que a motivação para ir até Água Clara buscar a referência foi “a troca de experiências do que é vivenciado aqui e de lá, e o que pretende se fazer como mudança para garantir o direito das nossas crianças que já tiveram todos os direito violados, para que a gente possa oferecer para eles o mínimo de bem estar, conforto, para promover a inserção deles na sociedade como um todo. Por mais que lá seja uma realidade diferente, nós conseguimos adaptar, porque de qualquer forma ambos são regidos pelo Ministério Público (MP). E nós temos intenção e objetivo de proteger essas crianças vítimas da sociedade”.

A vice-prefeita e Secretária de Assistência Social, Guiomar Soares dos Santos, comenta que todas foram muito bem recepcionadas pela equipe da Assistência do Município vizinho e sobre a preocupação advinda com expansão econômica e consequentemente de mais moradores que causará impacto social no Município. “Eu, enquanto assistência venho apoiando cada projeto do CREAS e do CRAS, e como a Casa de Acolhimento faz parte da pasta, é nossa obrigação melhorar esse atendimento. Nossa meta, com a chegada de várias empresas, é trazer para Ribas uma nova estrutura”.

Outro ponto destacado pela Secretária é sobre a Lei Federal nº 173, que não permite a contratação de funcionários até dezembro deste ano, que os funcionários da Assistência vem se dedicando e se empenhando em oferecer um atendimento humanizado e acolhedor. “Agradeço a cada técnico, nós estamos se unindo com o pouco que nós temos, mas a gente vai fazer um grande trabalho".

ASSECOM

***