DOURADOS| Município zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19 - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

22/06/2021

DOURADOS| Município zera fila de pacientes e tem uma vaga de UTI do SUS disponível para Covid-19

Segundo o boletim epidemiológico de hoje não há paciente na fila de espera para leito da UTI Covid

©REPRODUÇÃO
Dourados tem uma vaga de leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS para Covid-19, segundo informações do boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (21) pela Sems (Secretaria Municipal de Saúde).

Ainda de acordo com os dados, não há paciente na fila de espera para leito da UTI Covid e a taxa de ocupação das UTIs Covid do SUS está em 98%. O último registro de leitos desocupados em Dourados foi em 23 de março, quando a taxa de ocupação das UTI’s Covid era de 97%.

“Estávamos há 90 dias com fila de espera para leito de UTI Covid em Dourados”, informou o médico responsável pela Central de Regulação do município, Frederico Weissinger.

Também não houve nenhuma notificação de óbitos de douradenses no boletim epidemiológico de hoje. “O resultado positivo que começa aparecer nos dados é fruto do esforço coletivo da população douradense após o lockdown. No entanto, é muito importante que continuemos com todas as medidas preventivas contra a contaminação da Covid-19, como o uso da máscara e do álcool em gel, o distanciamento físico, evitar aglomerações e também tomar a vacina para quem já está disponível”, alerta o Prefeito Alan Guedes.

No sábado, Dourados aplicou 1.400 doses de vacinas no Drive Thru do Pavilhão de Eventos Dom Teodardo. Também é importante ressaltar, que mesmo com os dados positivos com relação à fila de espera de pacientes por leito de UTI, ainda temos 63 pacientes internados nas UTIs para Covid-19 no SUS, sendo que quatro pacientes são suspeitos e um está na UTI pós-Covid. Foram registrados 22 casos confirmados de Covid-19 nesta segunda-feira.

Dourados decretou lockdown entre os dias 30 de maio e 12 de junho, quando a fila de espera por uma UTI Covid estava com quase 60 pacientes.



ASSECOM

***