CAPITAL| Câmara reforça apoio à inclusão de profissionais de imprensa em grupos prioritários de vacinação - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

25/06/2021

CAPITAL| Câmara reforça apoio à inclusão de profissionais de imprensa em grupos prioritários de vacinação

©DIVULGAÇÃO
Em ato realizado na manhã desta sexta-feira (25), juntamente com o Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul), a Câmara Municipal de Campo Grande reforçou apoio à vacinação prioritária dos profissionais de imprensa, que estão trabalhando diariamente nesta pandemia de Covid-19 para levar informações à população, combatendo fake news e defendendo a democracia.

No ato foi assinado um Ofício em nome da Casa de Leis e do sindicato, solicitando ao secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende e o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, que a categoria seja incluída como grupo prioritário para vacinação no Plano Estadual de Imunização e no Plano Municipal de Imunização contra Covid-19.

Segundo dados do Sindjor, já foram oito jornalistas mortos e mais de 200 infectados, por isso, o sindicato lançou a campanha #vacinaaimprensa como forma de mobilizar e sensibilizar o poder público a incluir a classe na vacinação prioritária contra o coronavírus.

De acordo com o presidente da Casa de Leis, vereador Carlos Augusto Borges, Carlão, “os jornalistas e todos os trabalhadores da imprensa tem o apoio irrestrito da Câmara Municipal de Campo Grande, entendemos que é uma classe que está na frente divulgando essa questão da Covid-19, se expondo nos postos de saúde, nas regiões dos bairros de Campo Grande e pelo Brasil afora, entendemos que eles são prioridade em receber essa vacina, então vamos trabalhar muito todos os vereadores, vamos divulgar, vamos pressionar, para que eles sejam vacinados”, destacou.

Também participaram da reunião os vereadores Dr. Sandro Benites, Professor Juari, Camila Jara, Marcos Tabosa, Ronilço Guerreiro, Coronel Alírio Villasanti e Prof. André Luis, além do presidente do Sindjor Walter Gonçalves Filho e a jornalista Liziane Berrocal.

A Câmara de Vereadores de Campo Grande saiu na frente em defesa dos profissionais de imprensa, sendo o primeiro poder público a lutar pela inclusão da categoria como prioridade na vacinação contra o coronavírus. No último dia 6 de abril, a Casa de Leis enviou o primeiro Ofício à Prefeitura da Capital, pedindo que a classe de profissionais de imprensa seja considerada prioritária para receber a vacina.

O presidente do Sindjor, Walter Gonçalves Filho agradeceu o empenho da Casa de Leis, em favor da categoria. “Quero agradecer de pronto a Câmara Municipal que nesta manhã se posiciona incondicionalmente a favor da vacina para os jornalistas, mais do que nunca essa categoria, que é considerada essencial no combate à covid, recebe seu reconhecimento. Os jornalistas estão na linha de frente, portanto estão sujeitos a serem infectados e estão sendo infectados e estão morrendo. Morre praticamente um jornalista por dia no Brasil, segundo a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas)”, reforçou o sindicalista.

Segundo o vereador Dr. Sandro Benites, presidente da Comissão Permanente de Saúde, “a Câmara está entrando hoje, com assinatura do nosso presidente, com aval da Comissão de Saúde, de corpo, alma e espírito. Se tem uma classe de trabalhadores que não parou em nenhum momento, em nenhum dia, sete dias, 24 horas ao longo do dia, foram os jornalistas, sempre. Nas visitas que a gente faz nas unidades de saúde, várias vezes eu me deparei com jornalistas fazendo suas matérias. Então Campo Grande, como sempre esteve à frente em relação à vacinação, já estamos saindo atrás, porque outras capitais já estão na frente e vacinaram seus jornalistas. Tenho certeza que a partir de hoje, com a força que a Câmara tem, a gente vai fazer essa conquista para mais essa classe de trabalhadores que é essencial à nossa democracia”, afirmou.

O vereador Professor Juari declarou seu apoio à categoria, “a classe de jornalistas pode contar com a Câmara Municipal, por se tratar de um tema importantíssimo, de uma categoria que se expõe o tempo todo para trazer para nós notícias e informações importantes neste momento de pandemia. Podem contar comigo”, ressaltou.

Já Ronilço Guerreiro defendeu a importância dos profissionais da imprensa durante a pandemia. “Eu acredito que é de fundamental importância todos estarem vacinados. E o pessoal da imprensa anda com a gente, está nos postos de saúde, acompanham a evolução da pandemia na nossa cidade. Eles mais do que nunca, assim como os médicos, enfermeiros, estão presentes, eles nos mantêm informados, então acredito que eles também precisam estar protegidos nesse momento pra poder chegar informações de qualidade para nós. Eu acredito que com essa mobilização da Câmara, com apoio dos vereadores, nós conseguiremos vacinar não só os jornalistas, mas toda Campo Grande”, salientou.

Para a vereadora Camila Jara, “essa campanha é muito importante, porque além de defender a liberdade de imprensa, defender o serviço da imprensa como essencial, vamos garantir que esses trabalhadores enfrentem o seu dia a dia de trabalho com segurança, precisamos que o secretário municipal e o secretário estadual se movimentem e assumam esse compromisso com a liberdade de imprensa e com os profissionais de imprensa. Vacina já imprensa!”, bradou a vereadora.

Conforme o vereador Prof. André, trata-se de um reconhecimento da importância da categoria, “o que a Câmara faz é reconhecer uma verdade, que é a importância do jornalismo, nesse momento, na história do mundo, principalmente na questão da covid, a gente acorda todo dia com informação correta, precisa, confiável, por parte dos jornalistas que estão na ponta do problema. O que a gente está fazendo, na verdade, é um reconhecimento da atividade importante na vida do mundo em geral”, alegou.

Por fim, o vereador Tabosa fez um apelo para que os secretários atendam ao pedido feito pela Casa de Leis, “a Câmara está aqui neste embate apoiando os jornalistas e vou fazer um apelo para os senhores secretários de saúde do Estado e do Município, Geraldo Resende e José Mauro, vacinem os jornalistas, eles atendem a gente, atendem a população, combatem a fake News. Falar que não está no PNI (Plano Nacional de Imunização), Cuiabá, Teresina, Maranhão, Bahia e Goiás estão vacinando jornalistas, e lá não tem o PNI? Ou só tem o PNI aqui em Mato Grosso do Sul?”, questionou o parlamentar.

A jornalista Liziane Berrocal, que é membro do Sindjor e participou da reunião agradeceu a Casa de Leis pelo empenho, “quero agradecer a Câmara de Vereadores que foi o primeiro poder que se posicionou em relação à questão da vacinação dos jornalistas, foi no dia 6 de abril, véspera do Dia do Jornalista. Quero dizer que o Brasil é o país que possui o segundo maior número de mortes de jornalistas por covid. Quero pedir apoio dos vereadores, principalmente, para que não se dissemine o ódio contra nós profissionais de imprensa, porque nós somos essenciais, no combate à fake news, no incentivo à vacinação”, alegou.



ASSECOM

***