BATAGUASSU| Prefeitura realiza Mutirão de Vacinação contra Covid-19; Munícipes a partir de 49 anos serão atendidos - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

18/06/2021

BATAGUASSU| Prefeitura realiza Mutirão de Vacinação contra Covid-19; Munícipes a partir de 49 anos serão atendidos

Imunização tem início às 18 horas e se estende até 20 horas nas unidades de saúde

©DIVULGAÇÃO
A Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Saúde, promove nesta sexta-feira, dia 18 de junho, mais uma etapa do Mutirão de Vacinação contra a Covid-19. Serão atendidos munícipes a partir de 49 anos.

De acordo com a coordenadora municipal de Imunização, Samantha Cruz Tessari, a imunização tem início às 18 horas (horário de Brasília) e se estenderá até às 20 horas (horário de Brasília), nas unidades de saúde ESF “Rita Guardini” (popular ESF Central) e ESF Jardim São Francisco, em Bataguassu.

No ato da vacinação é preciso apresentar documentos pessoais, cartão SUS e comprovante de residência atualizado. Não será necessário agendamento.

Para os moradores do Distrito de Nova Porto XV, a imunização ocorrerá no ESF Emiko Resende, no mesmo horário.

A coordenadora municipal de Imunização informa que não serão atendidos outros públicos (como grupos prioritários, por exemplo) durante o mutirão de hoje (18/06). As doses serão destinadas apenas para munícipes com faixa etária a partir de 49 anos.

SÁBADO

Em sequência ao cronograma de imunização, a Secretaria Municipal de Saúde realizará no sábado, dia 19 de junho, a vacinação contra a Covid-19 no ESF Rural atendendo os moradores residentes dos Assentamentos Aldeia I e II. A vacinação será realizada das 8 às 11 horas (horário de Brasília).

DOMINGO

No domingo, dia 20 de junho, a vacinação será destinada para os grupos prioritários no ESF “Rita Guardini” (popular ESF Central), das 8 às 11 horas (horário de Brasília).

Serão atendidos apenas caminhoneiros desde que apresentem CNH com especificação da função remunerada, comprovante de endereço atualizado e cartão SUS (30 doses); gestantes mediante liberação médica (30 doses), lactantes até dois anos (8 doses); puérperas com liberação médica; tutores ou genitores de deficientes permanentes com laudo médico que comprove a deficiência; certidão de tutoria ou a certidão de nascimento do deficiente (8 doses); além de pacientes com comorbidades mediante apresentação de laudo médico (10 doses).

No ato da vacinação é preciso apresentar também documentos pessoais, cartão SUS e comprovante de residência atualizado. Não será necessário agendamento.

A coordenadora municipal de Imunização informa que não serão atendidos outros públicos nesta data (20/06). As doses serão destinadas apenas para munícipes que fazem parte de grupos prioritários.

ASSECOM

***