TRÊS LAGOAS| Primeira Exposição de Artesanato é realizado no Município em comemoração ao Aniversário de Emancipação da Cidade - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

27/05/2021

TRÊS LAGOAS| Primeira Exposição de Artesanato é realizado no Município em comemoração ao Aniversário de Emancipação da Cidade

Os amantes de artesanato poderão conferir de 1 a 6 de junho a Primeira Exposição de Artesanato realizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), por meio da Diretoria de Cultura, em parceria com a ACLAMS (Associação Costa Leste de Artesãos do Mato Grosso do Sul) em comemoração aos 106 anos de Três Lagoas.

De acordo com a presidente da Associação, Kênia Farias, a entrada para a exposição será feita com a liberação de 04 pessoas por vez para que todas possam ver as peças seguindo todos os protocolos de segurança para evitar a proliferação do Novo Coronavírus.

Para entrar no local será necessário o visitante ter a aferição de temperatura e será solicitado a higienização das mãos, assim como a utilização de máscara.

OBJETIVO

Segundo Kênia, o objetivo da exposição é divulgar o trabalho dos artesãos Associados. “A nossa meta com essa exposição é divulgar o artesanato local e fazer com que a população três-lagoense conheça o trabalho dos artesãos locais dando a oportunidade dos mesmos receberem encomendas”, disse.

A presidente acredita ainda que a falta de contato durante a Pandemia fez com que as pessoas valorizassem mais o artesanato.

“Apesar de todas as dificuldades que a Pandemia causou e vem causando para a nossa classe, eu digo sempre aos nossos artesãos que estamos em um momento em que o artesanato está sendo mais valorizado, pois as pessoas querem presentear os amigos, os familiares com algo mais personalizado, algo que entregue o abraço que nãos estamos podendo dar, que demonstre o nosso cuidado e carinho”, explicou.

Segundo Kênia, ações como esta feitas pela Associação buscam dar suporte aos artesãos e também a descobrir novos talentos. “A exposição é também com esse intuito, ajudar a nossa classe a ser mais lembrada e valorizada em tempos tão desafiadores como o que estamos vivendo”, finalizou.

ASSECOM

***