JBS inaugura fábrica de latas e apresenta a marca Zempack para a divisão de embalagens metálicas - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

18/05/2021

JBS inaugura fábrica de latas e apresenta a marca Zempack para a divisão de embalagens metálicas

Nova planta está localizada em Guaiçara (SP) e terá capacidade produtiva de aerossóis superior a 220 milhões de latas; Sustentabilidade permeia todo o processo de produção da Zempack, que substitui a anterior JBS Embalagens Metálicas.

©DIVULGAÇÃO
A JBS acaba de inaugurar sua fábrica de latas em Guaiçara, no interior de São Paulo. A planta, com tecnologia de ponta e foco na indústria 4.0, recebeu um investimento superior a R$ 80 milhões e possui três linhas de produção voltadas exclusivamente para fabricação de embalagens metálicas para aerossóis, tanto de aço (flandres) quanto de alumínio. Dessa forma, a empresa se tona a única no Brasil a operar com os dois materiais como matéria-prima.

Com a nova unidade, que emprega 100 pessoas, a Companhia amplia sua capacidade produtiva de aerossóis para mais de 220 milhões de latas anualmente, que atenderão também aos mercados de cosméticos e desodorantes.

Construída com foco em uma nova expansão, que deve ocorrer nos próximos anos, a fábrica possui equipamentos importados da Europa, que permitem acesso remoto para manutenção e reparos, além de impressora dupla, o que traz maior agilidade de litografia nas embalagens.

“Com a nova fábrica em Guaiçara, iniciamos nossa operação no segmento de latas de alumínio. Além de ampliarmos nossa capacidade produtiva e reforçarmos nosso posicionamento como um dos principais players do setor, certamente também passamos a contar com uma das fábricas mais modernas no país”, afirma Marcelo Jorcovix, diretor da Zempack, unidade de negócios da JBS.

Novo momento

A inauguração da planta também marca um novo momento para a divisão da JBS Novos Negócios. Antes chamada de JBS Embalagens Metálicas, a unidade de negócios passa agora a se chamar Zempack.

O novo naming e a identidade visual mais moderna fazem parte do processo de reposicionamento do negócio, que vem passando nos últimos anos por uma série de investimentos em expansão fabril, tecnologia, sustentabilidade e ampliação do portfólio.

“Acreditamos que a nova marca nos ajudará a agregar mais valor ao negócio e a construir uma trajetória de ainda mais sucesso, inclusive no mercado externo”, complementa Jorcovix.

Produção sustentável

A sustentabilidade permeia, de ponta a ponta, os processos de produção da Zempack, que busca sempre as melhores práticas do mercado. Toda a energia utilizada nas fábricas é proveniente da Biolins, unidade de produção de energia elétrica da JBS, localizada em Lins (SP), e que utiliza 100% de matéria-prima de fontes renováveis, como bagaço de cana e cavaco de reflorestamento.

Além disso, todo o ciclo de produção das embalagens de aço segue o sistema de logística reversa e 100% do material descartado no processo produtivo é destinado para a JBS Ambiental, que o reinsere no setor por meio de siderúrgicas. Dessa forma, garante que o aço não-utilizado seja reaproveitado dentro da própria cadeia.

A Zempack ainda integra o Acordo Setorial de Embalagens e o Programa Prolata – uma iniciativa da Associação Brasileira de Embalagens de Aço (Abeaço), com atuação nas cinco regiões do país. O Prolata, que conta com apoio da Companhia desde 2012, inclusive para a sua concepção, apresenta três frentes de atuação: centros de recebimento para grandes volumes, cooperativas de catadores de materiais recicláveis – para inclusão social – e pontos de entrega voluntária para o consumidor final. Hoje, são mais de 50 cooperativas associadas e que atuam em todo o território nacional e até o ano passado mais de 31 mil toneladas de aço já haviam sido recicladas.

Na linha alimentícia, a embalagem metálica possui o benefício de manter as propriedades naturais do produto inalteradas, protegendo os alimentos por mais de dois anos, em condições adversas de clima, transporte e manuseio.

Vale ainda destacar que todas embalagens produzidas pela empresa são 100% recicláveis, além de serem leves e resistentes, apresentando alta qualidade e robustez.

Sobre a JBS

 A JBS é a segunda maior indústria de alimentos do mundo e a maior companhia no setor de proteínas. Com uma plataforma diversificada por tipos de produtos (aves, suínos, bovinos e ovinos, além de plant-based), a Companhia conta com mais de 250 mil colaboradores, em unidades de produção e escritórios em todos os continentes, em países como Brasil, EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália, China, entre outros. No Brasil, a JBS é a maior empregadora do país, com mais de 145 mil colaboradores. No mundo todo, a JBS oferece um amplo portfólio de marcas reconhecidas pela excelência e inovação: Seara, Swift, Pilgrim’s Pride, Moy Park, Primo, Just Bare, entre muitas outras, que chegam todos os dias às mesas de consumidores em 190 países. A empresa investe em negócios correlacionados, como couros, biodiesel, colágeno, higiene pessoal e limpeza, envoltórios naturais, soluções em gestão de resíduos sólidos, reciclagem e transportes, com foco na economia circular. A JBS conduz suas operações priorizando a alta qualidade e a segurança dos alimentos e adota as melhores práticas de sustentabilidade e bem-estar animal em toda sua cadeia de valor, e assumiu em março de 2021 o compromisso de se tornar Net Zero até 2040. Isso significa que a JBS vai zerar o balanço líquido das suas emissões de gases causadores do efeito estufa, reduzindo a intensidade das emissões diretas e indiretas e compensando toda a residual. A JBS foi a primeira empresa global do setor de proteína a estabelecer esse compromisso, com o propósito de alimentar pessoas ao redor do mundo de maneira cada vez mais sustentável. 

ASSECOM

**