Governador cumpre agenda em Brasília e percorreu dois ministério nesta terça-feira - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

18/05/2021

Governador cumpre agenda em Brasília e percorreu dois ministério nesta terça-feira

Azambuja se reuniu com o governador do Paraná, ministra Tereza Cristina e ministro Tarcisio de Freitas

A ministra da Agricultura Tereza Cristina postou no seu Instagram foto com os governadores Ratinho Junior e Reinaldo Azambuja destacando a Nova Ferroeste que será o segundo maior corredor de exportação de grãos do país
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) cumpre agenda em Brasília (DF) nesta terça-feira (18) para se reunir com o governador do Paraná Ratinho Júnior (PSD) e tratar do assunto da Ferroeste, ferrovia que liga os dois estados até o Porto de Paranaguá (PR). Além disso, o chefe de Estado assinou programas voltados para a área da agricultura, junto com a ministra da pasta, Tereza Cristina.

Os compromissos começaram de manhã com encontro no Ministério da Infraestrutura, para apresentar a viabilidade do corredor oeste de exportação, pela ferrovia. O ministro da Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas teve o conhecimento da redução de 30% no custo do transporte em relação ao frete rodoviário que a Nova Ferroeste irá proporcionar.

O traçado passará pelos municípios de Maracaju, Amambai, Guaíra e Cascavel (PR). Em Cascavel haverá duas ramificações: uma indo a Foz do Iguaçu e a outra seguindo por Guarapuava, passando por Balsa Nova e chegando a Paranaguá.

Já no Ministério da Agricultura, Reinaldo Azambuja assinou convênio do ‘Programa de Consolidação de Assentamentos – Produzir Brasil’, anunciado pela ministra Tereza Cristina em evento de entrega de títulos de domínio no assentamento em Terenos. Na oportunidade, o governador não pode comparecer à agenda.

O documento assinado entre o Ministério da Agricultura e Pecuária, via Anater (Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural) e o Governo do Estado, por meio da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), autarquia ligada a Semagro, vai garantir assistência técnica aos produtores assentados que foram titulados ou estão em processo de titulação, pertencentes à relação de beneficiários do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

Para a execução do "Produzir Brasil" em Mato Grosso do Sul, será destinado o valor total de R$ 4.022.774,68, sendo a importância de R$ 2.815.942,28 pela Anater e o restante pela Agraer.

Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por: Gabriela Couto

***