DOURADOS| Prefeitura entrega mais escrituras do programa de regularização fundiária - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

17/05/2021

DOURADOS| Prefeitura entrega mais escrituras do programa de regularização fundiária

©DIVULGAÇÃO
A administração tem um levantamento das casas que ainda não contam com documentação, mas, quem tiver dúvidas, pode procurar a Agehab, na rua Coronel Ponciano, 1700 – Bloco B, ou entrar em contato pelo telefone (67) 3411- 7000.

No sábado, a Prefeitura de Dourados, através da Agehab (Agência Municipal de Habitação), entregou 4 escrituras para famílias de diferentes bairros do município. Os documentos fazem parte do programa de regularização fundiária realizado em parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. Quem não foi contemplado neste primeiro momento, poderá receber o documento nas próximas fases.

O prefeito Alan Guedes esteve presente na entrega dos documentos e ressaltou a importância do trabalho. "A regularização fundiária é um instrumento para efetivar o direito à moradia, uma forma de trazer cidadania e é um dos compromissos da Agehab", disse.

A administração tem um levantamento das casas que ainda não contam com documentação, mas, quem tiver dúvidas, pode procurar a Agehab, na rua Coronel Ponciano, 1700 – Bloco B, ou entrar em contato pelo telefone (67) 3411- 7000.

É por meio da regularização fundiária que o morador comprova sua posse. Com a documentação, ele pode usufruir do bem realizando construções, ampliações e reformas. Um imóvel regularizado ainda pode ser vendido com financiamento e essa é uma das maiores vantagens para seus proprietários.

O diretor-presidente da Agehab, Diego Zanoni, lembra que alguns moradores aguardavam pelo documento há 25 anos. "Esse trabalho que a prefeitura está desenvolvendo através da Agehab é muito importante, pois estamos conseguindo ajudar o cidadão douradense realizar algo muito importante. Tem muita gente que está esperando por isso há muito tempo, como por exemplo uma moradora do Jardim Canaã 4 que estava há 25 anos esperando por este documento e nós conseguimos fazer a entrega", finaliza.




ASSECOM


***