Morre Joel de Oliveira, terena e ex-coordenador da Funai, de covid-19 - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

05/04/2021

Morre Joel de Oliveira, terena e ex-coordenador da Funai, de covid-19

Atualmente, Joel de Oliveira atuava como pastor em igreja no Tiradentes

O indígena Joel de Oliveira, ex-coordenador da Funai
O indígena terena e ex-coordenador regional da Funai (Fundação Nacional do Índio), em Campo Grande, Joel de Oliveira, faleceu, nesta segunda-feira, vítima de covid-19. Ela estava internado no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul).

Originário da Aldeia Bananal, no município de Aquidauana, Joel atualmente era pastor de uma igreja localizada no bairro Tiradentes, na Capital.

Entre os anos de 95 e 2000, o indígena foi administrador da Funai. Esteve a frente de processos emblemáticos como a criação da aldeia urbana Marçal de Souza, a primeira do tipo no País.

Em 1995, cerca de 87 famílias da tribo indígena terena ocuparam área de mais de quatro hectares, justamente na região do Tiradentes, onde o Terena passou os últimos dias vida. A intenção do grupo, que vivia de forma precária, era pressionar a Funai a ceder as terras aos índios a fim de que fosse criada no local uma aldeia urbana.

Na época, o próprio Joel informou que área foi doada pela prefeitura para a Funai em 1973. A doação foi contestada na Justiça até ser, de fato, reconhecida com a criação da aldeia anos depois.

O distrito sanitário de Mato Grosso do Sul foi o que mais registrou mortes de indígenas no País por covid-19. De acordo com a Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), foram 85 mortes para 4322 casos confirmados pelo órgão. O Estado tem a segunda maior população de povos originários do Brasil, são cerca de 80 mil.

Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por: Tainá Jara

***