Homem que atropelou e matou namorado de ex e deixou bebê em estado grave é preso em MS - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

19/04/2021

Homem que atropelou e matou namorado de ex e deixou bebê em estado grave é preso em MS

A polícia procurava o acusado há 4 dias, em específico na área rural de Rio Verde (MS).

Homem atropelou e matou atual companheiro da ex, além de deixar em estado grave bebê de 2 meses, diz polícia em MS ©Polícia Civil/Divulgação
O homem, de 51 anos, que atropelou a ex-companheira, além de matar o atual dela e ferir o bebê do casal, de 2 meses, foi preso nesta segunda-feira (19). O homem foi encontrado na área rural de Rio Verde (MS), a 201 km de Campo Grande, após 4 dias de buscas.

Para achar o homem, foi desencadeada um força-tarefa realizada pelas forças policiais, polícia Civil e polícia Militar.

A operação de busca foi batizada de "Elishebba", em homenagem à bebê, vítima do acidente, que segundo a polícia "ainda encontra-se gravemente ferida e sob cuidados médicos na cidade de Campo Grande (MS)", disse a polícia Civil em nota.

Entenda o caso

Um homem de 51 anos que, segundo a polícia, não aceita o fim do relacionamento, atropelou a ex no momento em que ela estava acompanhada do atual companheiro, além de um bebê de 2 meses, em uma rua de Rio Verde, na região norte do estado, há 2 dias. A mulher não teve ferimentos graves, mas, o atual namorado dela, de 30 anos, morreu, e a criança está em estado grave, segundo a polícia.

No depoimento, a vítima de 36 anos disse que estava separado do companheiro há 3 anos. Ela inclusive teria se mudado da fazenda para a cidade. No entanto, o ex continuou trabalhando na área rural, porém, ia na cidade com frequência e dizia que não iria aceitar "nenhum outro homem entrar na casa".

Mesmo assim, a vítima continuou a manter o atual namoro e ficou grávida. O casal teve uma filha, que está com 2 meses de idade. Na tarde da última terça-feira (13) ele presenciou a ex andando na rua e levando um carrinho de bebê, na companhia do atual. Em seguida, ainda conforme a polícia, ele acelerou o carro e atingiu as vítimas.

Depoimento da sobrevivente

Segundo o depoimento da sobrevivente, que afirmou não estar mais junto do ex há 3 anos, o suspeito foi na casa dela e, transtornado, pegou uma faca e afirmou que mataria as pessoas ali presentes.

"Ela prestou depoimento e disse que, embora não estivesse mais com o ex há 3 anos, mantinham algum contato por conta dos filhos. No entanto, desde que ele conheceu esse novo companheiro, ele não aceitava que ele frequentasse a casa dela. A vítima disse que ele não ia lá, mas, como eles tiveram um bebê, o homem tinha começado a frequentar o imóvel", afirmou ao G1 o delegado Gabriel Cardoso, responsável pelas investigações.

Conforme o delegado, a testemunha também contou que, na ocasião do crime, o atual companheiro dela saiu do imóvel, antes do ex retornar. No entanto, quando o suspeito viu o casal na calçada, andando com o bebê no carrinho, acelerou o carro e mudou a direção, intencionalmente, causando o atropelamento.

Por G1 MS


***