BATAGUASSU| Prefeitura alerta população para cuidados em combate ao mosquito Aedes aegypti - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

25/03/2021

BATAGUASSU| Prefeitura alerta população para cuidados em combate ao mosquito Aedes aegypti

©DIVULGAÇÃO
Embora todas as atenções estejam voltadas a pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Saúde ressalta a importância do apoio da população no que se refere a manutenção e limpeza dos quintais para eliminar os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue e responsável pela transmissão da Zika Vírus e da Febre Chikungunya.

De acordo com o coordenador municipal do setor de Endemias, Pedro Paulo Alves Costa, o município teve um aumento no número de notificações da doença.

Segundo dados do setor de Endemias, os registros mostram que Bataguassu até a data de hoje (25/03) contabiliza 340 notificações de dengue, com 44 casos confirmados da doença.

Com 58 notificações, o Jardim São Francisco é o bairro com mais casos confirmados de dengue [12 casos]. A área central é a segunda do ranking, com 71 notificações e 6 casos confirmados da doença seguido pelo Jardim Acapulco com 18 notificações e 7 casos confirmados. Outros locais como o Jardim Campo Grande, Distrito de Nova Porto XV e Jardim São João possuem respectivamente 36 notificações e 2 casos confirmados; 28 notificações e 1 caso confirmado e 22 notificações e 1 caso confirmado de dengue.

Costa comenta que os Agentes Comunitários de Saúde e os Agentes de Endemias prosseguem com o trabalho de campo, com as visitações domiciliares, repassando as orientações necessárias aos moradores para o combate aos focos do mosquito.

Pedro Paulo salienta ainda que em breve, serão iniciados os mutirões de limpeza em combate ao Aedes aegypti assim como a aplicação de inseticida por meio de fumacê para ampliar ainda mais os trabalhos preventivos.

“Orientamos que mesmo sem a realização de mutirões de limpeza, os munícipes façam a sua parte e realizem o descarte dos materiais inservíveis que possam acumular água durante a coleta desses tipos de objetos realizada semanalmente nos bairros pela Secretaria Municipal de Infraestrutura”, observa.

PREVENÇÃO

A prevenção da dengue pode ser feita com práticas simples que evitam, principalmente, a reprodução do mosquito transmissor, através da eliminação de objetos que acumulem água parada.

É recomendado aos munícipes que mantenham os pratos de vasos de flores e plantas com areia; que as garrafas sejam mantidas com a boca virada para baixo; e que seja executada a limpeza das calhas.

Outra orientação é para que não seja jogado lixo em terrenos baldios; que se mantenha baldes, caixas d´água e piscinas sempre tampados; que se elimine copinhos plásticos, tampas de refrigerantes e que seja lavado os bebedouros de aves e animais pelo menos uma vez por semana.

A Secretaria Municipal de Saúde salienta aos moradores que em caso de sintomas como febre alta, dores de cabeça e no fundo dos olhos; manchas vermelhas na pele; enjoos e vômitos, é fundamental que a unidade de saúde mais próxima seja procurada para atendimento médico.




ASSECOM


***