Covid-19| Evander Vendramini luta para garantir professores e pessoal da Educação na fila da vacina - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

04/02/2021

Covid-19| Evander Vendramini luta para garantir professores e pessoal da Educação na fila da vacina

©ARQUIVO
Ao salientar que a falta de aulas presenciais está causando profundos prejuízos aos alunos e professores, com a queda no rendimento do aprendizado, e sustentar que toda a rede social e econômica atingida pode ter uma solução segura e adequada, o deputado estadual Evander Vendramini (Progressistas) recorreu ao secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, cobrando providências urgentes. Ele solicita a inclusão dos professores, profissionais e servidores da Educação na fila da vacina contra a Covid-19.

Segundo Vendramini, foi justa e necessária a decisão do Ministério da Saúde de estabelecer um critério para as primeiras imunizações da campanha em massa, definindo grupos prioritários que são os idosos, os indígenas e os profissionais da saúde. "Isto se fez porque ainda não há vacina suficiente para toda a população. Mas é preciso ver que agora, até porque novas remessas estão acontecendo, torna-se imprescindível acrescentar outra emergências", argumenta.

O deputado ressalta que no ano passado a suspensão das aulas presenciais tirou dos estudantes, sobretudo das crianças, os ambientes que lhes oferecem o aprendizado didático e, ao mesmo tempo, a convivência afetiva com os colegas, mestres e servidores. "Isto é algo que só dentro de uma escola o estudante encontra. O ensino online é uma providência que foi necessária nos primeiros momentos da pandemia, quando não havia imunização. Mas é um ensino limitado, não tem o alcance do ensino presencial", acrescenta. 

NOS MUNICÍPIOS - Além de Geraldo Resende, para quem a Assembleia Legislativa enviou a indicação de Vendramini, idêntico apelo foi estendido por ele a todos os secretários municipais de Saúde. "É preciso que todos se unam e adotem as medidas que permitam o retorno das aulas presenciais com máxima segurança, não só para os alunos, mas para quem os ensina e quem cuida deles e da escola, todos os profissionais da área", insiste o deputado. 

Vendramini observa ainda que, além da comunidade escolar, outros setores estão sofrendo graves impactos com a pandemia e a suspensão das aulas presenciais. Cita um exemplo: os donos de vans e trabalhadores do transporte de estudantes, que ficam sem atividade e sem sua fonte de renda. "Há toda uma cadeia de interesses legítimos que a pandemia prejudica. Por isso, com as vacinas e demais medidas preventivas, é possível restabelecer rotinas que foram suspensas, como as aulas presenciais sem riscos".

Fonte: Redação
Por: Edson Moraes

***