CAPITAL| Vereador Dr. Sandro defende volta às aulas na Rede Municipal de Ensino com segurança e criatividade - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

09/02/2021

CAPITAL| Vereador Dr. Sandro defende volta às aulas na Rede Municipal de Ensino com segurança e criatividade

©DIVULGAÇÃO
Durante reunião solicitada pela Secretária Municipal de Educação, Elza Fernandes, na Câmara de Campo Grande, nesta manhã (9/2), o vereador Dr. Sandro defendeu o retorno das aulas na Rede Municipal de Ensino (REME), com segurança e criatividade.

Elza Fernandes esteve na Casa de Leis esclarecendo aos vereadores a situação do município frente a volta às aulas presenciais na REME. De acordo com a secretária, a decisão de retomar as aulas somente no dia 1 de julho, publicada em Diário Oficial, é para poder se preparar.

“Temos a convicção de que as aulas devem retornar, pois sabemos do prejuízo educacional. Estamos com as aulas suspensas desde março de 2020 devido à pandemia da covid-19. Com isso, estamos com parceria para fazer transmissão dos conteúdos pela TV Reme, com aulas gravadas pelos profissionais, também temos um aplicativo da rádio REME, canal no YouTube e caderno de atividades”, disse.

Em contraponto, Dr. Sandro defendeu a volta às aulas o quanto antes, com segurança, responsabilidade e criatividade. “Quantas crianças estão na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) hoje por conta do novo coronavírus? Temos vários locais em funcionamento na cidade, como o retorno das aulas nas escolas particulares. Enxergo a educação como papel fundamental e por esse motivo faço o contraponto, para repensarmos e vermos de fato a importância que damos às aulas presenciais”, disse.

O vereador Dr. Sandro reforça seu pedido de retorno às aulas, porém, deixando claro que deve ser com segurança e criatividade, mantendo o distanciamento social, com aulas em dias alternados e seguindo todas as medidas de biossegurança. “Temos que priorizar a educação dentro da sala de aula”, afirmou.

Em resposta ao parlamentar, a secretária concordou completamente com Dr. Sandro e disse que já estão colocando em andamento.

Campo Grande possui mais de 13 mil servidores na REME e conta com 109 mil alunos distribuídos em 202 escolas.

UNICEF - (Fundo das Nações Unidas para a Infância)

Em live promovida pela UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), no dia 25 de janeiro de 2021, dirigido a profissionais de saúde, com ênfase nos pediatras, e comunidade escolar sobre o retorno seguro às escolas, a Técnica em saúde pública - Pneumologista Pediátrica na FIOCRUZ, Dra. Patrícia Barreto mostrou estudos realizados pelo mundo, em que se observa que os casos de coronavírus em crianças continuam sendo predominantemente leves.

A Organização Mundial de Saúde publicou um dos seus estudos em 17 de janeiro, aonde verifica que na população pediátrica a covid-19 não representou mais que 8% em média, no mundo, de casos. Apesar da população pediátrica corresponder a quase 30% da população mundial.

Crianças graves, ou seja, internação na UTI, e risco de morte, corresponde a menos 0,5% na população mundial como um todo.

Estudos da Noruega observaram que dentro da população de 5 a 13 anos de idade a transmissão do vírus, dos surtos que eles estudaram, a participação da relação criança/criança é pequena e a participação da relação criança/adulto é pequena.

Segundo a Dra. Patrícia Barreto, estudos desenvolvidos na Inglaterra vêm mostrando que o professor dentro do ambiente escolar não está exposto a um risco maior de se infectar pela covid, do que a população que exerce fora do ambiente escolar.


Por: Beatriz de Almeida

***