ARTIGO| Aprendizagem e sua Importância para o PRIMEIRO EMPREGO - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

26/02/2021

ARTIGO| Aprendizagem e sua Importância para o PRIMEIRO EMPREGO

©DIVULGAÇÃO
Apesar da força da lei de aprendizagem, colocá-la em prática vai além de algo determinante. Afinal, fazer valer a realidade do mercado de trabalho referente ao primeiro emprego depende de ações para atingir as porcentagens de empregabilidade para o Jovem Aprendiz.

20 anos após ser criada, a Lei 10.097/2000 de Aprendizagem já sofreu ampliação, via Decreto Federal de n° 5.598/2005. Mas para este que vos escreve, foi infeliz em nesta ampliação.

Não é de hoje, que um dos principais desafios para o jovem é ter a primeira oportunidade no mercado de trabalho, como por exemplo, sendo Aprendiz.

Eles desejam apenas encontrar uma oportunidade profissional, que seja capaz de oferecer um suporte financeiro que lhes permita ajudar com as despesas de sua família, dignidade e sobretudo, aprendizados que lhe dêem um norte profissional.

Exemplo é, o número de jovens que compareceram no dia 19 durante a Ação de Empregabilidade - Jovem APRENDIZ. Assista neste link.

Além de toda a dificuldade que o jovem deve enfrentar para se colocar no primeiro emprego, hoje, como todos, ele também enfrenta os agravos causados pela crise sanitária global.

De abril a novembro de 2020, a partir da pandemia, mais de 86 mil postos de aprendizagem foram fechados. Isto contribui para o aumento da informalidade e claro, do desemprego da juventude, que tem o maior número de desocupados.

Segundo números do CAGED, neste mesmo período, foram admitidos cerca de 131 mil aprendizes, contra 218 mil demitidos.

Um saldo negativo de mais de 18 mil vagas fechadas.

Buscar soluções para o problema, tem no dialogo entre a iniciativa privada e o poder público, o caminho mais eficiente.

Cada qual procurar entender como podem somar, procurando conhecer as demandas sobre a questão. Com isso, desenvolver políticas públicas que atendam e gerem as soluções necessárias, deve ser o principal objetivo neste momento.

Todos temos obrigação de proporcionar uma oportunidade, pois isso vai se refletir no futuro desses jovens e tenho a convicção de que essas ações são fundamentais para isto.

Fomentar a empregabilidade do jovem irá gerar transformação na sociedade.

Sem este esforço conjunto, literalmente tiramos a oportunidade de um grupo numeroso de jovens de ter a chance de melhorar o nível de escolaridade, de encontrar espaço no mercado de trabalho, e consequentemente, alcançar mobilidade social.


Por: Carlos Roboton - Relações Institucionais

***