POLITICANDO| Por Jota Menon - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

29/01/2021

POLITICANDO| Por Jota Menon


NOMEAÇÕES A GRANEL

Comentários pelos corredores palacianos, em Maracaju, são no sentido de que a atual administração terá dificuldades muito cedo para honrar seus compromissos se o ritmo de nomeações no quadro de servidores do município continuar do jeito que começou.

TROMBA-TROMBA

No Diário Oficial do Município, desde a posse do prefeito Marcos Calderan (PSDB), o que mais se vê são nomeações e mais nomeações. São tantos os nomeados que já dizem as más línguas que se todos forem para os seus setores no mesmo dia e horário vai ser um verdadeiro tromba-tromba entre servidores desnorteados por não saberem nem onde estão lotados.
ex-prefeito Maurílio Azambuja (MDB) ©ARQUIVO

MÊS TRABALHADO

O ex-prefeito Maurílio Azambuja (MDB) concluiu seu mandato no último dia 31 de dezembro do ano passado com uma das marcas mais significativas de uma administração municipal: o pagamento dos servidores públicos dentro do mês trabalhado. Ou seja, se ainda fosse a administração passada, os servidores do município estariam recebendo hoje os seus salários.

NÃO VAI DAR

Servidores contatados pela coluna acreditam que já neste mês de janeiro o salário deixará de ser pago dentro do mês trabalhado. Há quem acredite que a administração vai se valer da prerrogativa de pagar até o quinto dia útil do mês subsequente que, neste momento, para sorte dos servidores, será exatamente dia 5, a próxima sexta-feira.

MELOU

Melou por completo a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) para a Presidência do Senado. Os emedebistas, comandado pelo ex-presidente do Senado Renan Calheiros (AL), negociaram com os governistas e caíram no colo da candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

NÃO DEIXOU BARATO

Quando o MDB apontou por unanimidade o nome de Simone Tebet como candidata do partido, muita gente até pensou que Renan Calheiros havia esquecido o que Simone fez quando da eleição de Davi Alcolumbre (DE-AP). Mas, engana-se muito quem pensa que o senador alagoano seria capaz de tamanha demonstração de pragmatismo.

COME FRIO

Como dizem que a vingança é um prato que se come frio, Renan Calheiros primeiro apoiou o nome de Simone Tebet e quando ela estava toda feliz da vida, achando que tinha realmente chances de vencer a disputa, o alagoano comandou a ação para apunhalá-la. E a punhalada nem foi dada pelas costas. Pelo contrário, foi descarada, mesmo!

INDEPENDENTE

Sem o que falar para o eleitorado sul-mato-grossense caso aceitasse a composição com o grupo de Bolsonaro e desistisse da disputa, a senadora fez o que deveria ser feito e anunciou sua candidatura independente à Presidência da Câmara Alta. Resta torcer para que ela se mantenha na disputa até a realização da votação e não renuncie como aconteceu na eleição passada.

VIVA O PORCO!

Amanhã acontecerá a grande decisão da Copa Libertadores da América. Todos sabem que estarei esguelando na torcida pelo Verdão, mas que se trata de um jogo sem favorito, isso eu tenho de admitir. Viva o maioral, sensacional, espetacular, invencível e querido Verdão do Parque Antárctica. Viva o Porco!

***