Cassems inicia a vacinação em profissionais atuantes na linha de frente do combate à Covid-19 - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

20/01/2021

Cassems inicia a vacinação em profissionais atuantes na linha de frente do combate à Covid-19

©DIVULGAÇÃO
Na manhã desta quarta-feira (20), o Hospital Cassems Campo Grande iniciou a vacinação em profissionais da saúde que atuam na linha de frente no tratamento de pacientes atingidos pela Covid-19. A primeira colaboradora a ser vacinada foi a técnica de Enfermagem Genira Vasques Monteiro, de 45 anos, que trabalha nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), no cuidado diário com os beneficiários do plano de saúde. O Hospital Cassems recebeu 200 doses da vacina Coronavac, da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), que serão destinadas, prioritariamente, para os trabalhadores que atendem beneficiários com Covid-19 nos setores assistenciais. 

De acordo com Genira Vasques, a sensação é de alívio. “Me sinto esperançosa e muito honrada em ser a primeira funcionária a ser vacinada, em nome de todo o hospital. Com a pandemia, a minha rotina mudou muito, estive distante da minha família e trabalhando na linha de frente. Agora, espero que esse vírus seja eliminado e que, em breve, tenhamos mais doses para imunizar a população”.

Para o vice-presidente da Cassems, Ademir Cerri, a chegada da vacina representa uma vitória sobre o negacionismo da ciência. “Essa é nossa primeira possibilidade de evitarmos uma guerra mais complexa do que a que temos tido hoje. Os nossos colaboradores são verdadeiros heróis, pois mesmo arriscando a sua vida, mesmo tendo dificuldades e lidando com o cansaço, prestaram, sempre, o melhor atendimento aos beneficiários”.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, salienta que a vacina é uma esperança para os trabalhadores da saúde. “Espero que consigamos imunizar os nossos colaboradores, iniciando pelos setores que lidam diretamente com a Covid-19. Então, esperamos que essas pessoas consigam voltar para casa mais tranquilas. Até aqui, conseguimos ajudar muitas vidas e, agora, a vida dos colaboradores será vista”. 

Conforme explica o diretor administrativo do Hospital Cassems Campo Grande, Alessandro Depieri, foi criado um espaço específico na unidade hospitalar, de acordo com as normas de vigilância sanitária, para a aplicação de doses da vacina contra a Covid-19. “O setor de segurança do trabalho administra a lista de colaboradores que serão imunizados primeiro. Sempre, priorizando os colaboradores que trabalham nas Unidades de Terapia Intensiva, tendo como prioridade aqueles que atendem os beneficiários positivados para Covid-19”. 

De acordo com o coordenador da Oncologia do Hospital Cassems Campo Grande, Fabrício Colacino, a pandemia trouxe muitos desafios para os profissionais da saúde. “Tivemos que continuar oferecendo os serviços de maneira segura e prestar atendimentos de urgência e emergência que não eram Covid-19, evitando possíveis infecções no ambiente hospitalar. A Cassems está sempre preocupada com as boas práticas e normas de biossegurança e, ainda, com a qualidade no acolhimento aos beneficiários”.

O secretário de saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, explica que as orientações para a vacinação foram preconizadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). “Conforme fomos orientados, as primeiras doses da vacina ficam restritas aos profissionais da linha de frente no atendimento, idosos institucionalizados em asilos e indígenas aldeiados”.

ASSECOM

***