Avião com vacinas pousa em Campo Grande - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

18/01/2021

Avião com vacinas pousa em Campo Grande

Avião da FAB pousou na Base Aérea da Capital, na tarde desta segunda-feira

Avião da FAB na Base Aérea de Campo Grande; mais de 158 mil doses da vacina foram trazidas de São Paulo
As primeiras 158 mil doses da vacina contra a covid-19, destinadas a Mato Grosso do Sul, já estão em Campo Grande. O avião da FAB (Força Área Brasileira) que trouxe as caixas com os imunizantes, pousou na Base Aérea da Capital, na tarde desta segunda-feira (18), por volta das 15h10.

O desembarque das doses foi acompanhado pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), e pelos secretários municipal e estadual de saúde, José Mauro Filho e Geraldo Resende.

De acordo com José Mauro, pelo menos 20 mil doses da vacina devem ficar em Campo Grande. As doses serão levadas em caminhões refrigerados para Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica.

O comboio será escoltado por equipes da Polícia Federal e Polícia rodoviária Federal. Na coordenadoria, será feita a contagem exata das doses recebidas. A partir daí, elas serão distribuídas aos 79 municípios do Estado.

Ainda hoje, às 17h, cerimônia simbólica, no Hospital Regional, na Capital, vai vacinar as três primeiras pessoas que residem no Estado, sendo uma idosa, de 82 anos, moradora do Asilo São João Bosco, um médico do Hospital Regional e uma indígena, de 92 anos, de aldeia na cidade de Sidrolândia.

Das doses recebidas, cerca de 97 mil serão destinadas exclusivamente a indígenas, porém, não contemplará as aldeias urbanas.

Distribuição - As doses da vacina serão distribuídas a partir desta terça-feira (19) aos 79 municípios do Estado. Força-tarefa foi montada para, logo cedo, às 7h, as doses serão distribuídas.

Em Campo Grande, as doses estarão disponíveis em três hospitais e também nas unidades que atendem urgências e emergências. Segundo José Mauro filho, a Santa Casa da Capital, o Hospital Regional e o Hospital Universitário são os três hospitais que devem começar a vacinar, a partir de amanhã.

Já as unidades de urgência e emergência são todos os seis CRS (Centros Regionais de Saúde) e as três UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Já os idosos com mais de 60 anos que moram em instituições como casas de repouso, serão vacinados nos próprios asilos.
©DIVULGAÇÃO


Por Liniker Ribeiro e Marcos Rivany

***