Jovem usou faca dada pela sogra para golpear namorada 26 vezes em MS - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

16/12/2020

Jovem usou faca dada pela sogra para golpear namorada 26 vezes em MS

Aos policiais, rapaz ainda tentou se justificar alegando que ‘suspeitava’ de traição

Homem foi preso quando tentava fugir
Luciano Pedraza de Oliveira, de 25 anos, preso pelo assassinato de Larissa da Silva Cruz, de 18 anos, usou uma faca dada pela sogra para golpear a vítima 26 vezes nesta terça-feira (15), em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. Para a polícia, ele afirmou que estava com “muita raiva” após ter, supostamente, descoberto uma traição. Luciano será indiciado pelo crime de feminicídio.

Na manhã desta quarta-feira (16), o delegado que está a frente das investigações, Rodolfo Daltro, deu detalhes sobre o que foi apurado pela polícia até o momento. Larissa é natural de Itaporã, mas se mudou para Dourados há cerca de um ano, mesmo tempo em que namorava com Luciano. Eles moravam juntos, de acordo com a polícia, no entanto, Larissa já tinha dado sinais para a mãe de que terminaria o relacionamento, pois Luciano estava usando drogas e ficando agressivo.

Luciano alegou que um dia antes do crime, na segunda-feira (14), saiu de casa para comprar cocaína e, ao retornar, por volta das 23h30, teria visto Larissa beijando outro homem. “Versão que não condiz com os fatos apurados”, destacou o delegado. Após isso, teria afirmado que não queria mais o relacionamento e levaria Larissa para a casa da mãe, em Itaporã. “Ele desviou o trajeto e parou na pedreira. Lá ele a agrediu com socos, tirou a faca da cintura e passou a golpeá-la”, disse Daltro.

Após, Luciano voltou para casa e constatou que havia perdido os óculos. “Ele voltou para a pedreira, achou esse óculos quebrado e nesse momento, arrastou o corpo para vegetação alta, visando esconder esse corpo. Então essa é a versão apresentada por ele”, destaca o delegado. No entanto, não é o que indica a investigação policial. “Pelos inícios que temos, ele matou a Larissa por não aceitar o fim do relacionamento. Ela expôs que queria terminar o relacionamento, ele atraiu ela para a pedreira, como faziam sempre, e nessa emboscada, a agrediu e desferiu as facadas”, conclui.

A mãe de Larissa reconheceu a faca utilizada no crime, pois teria presenteado a filha com alguns utensílios doméstico há cerca de 20 dias. A mãe ainda confirmou que no último contato que teve com a filha, Larissa teria afirmado que terminaria o relacionamento. Luciano está sendo levado para Dourados, já que foi preso no caminho, em um ônibus de viagem, quando tentava fugir para o estado de São Paulo. Ele será indiciado pelo crime de feminicídio.

Fonte: Midiamax
Por: Dayene Paz e Marcos Morandi

***