Governo Bolsonaro contrata empresa para espionar jornalistas e personalidades; confira a lista - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

04/12/2020

Governo Bolsonaro contrata empresa para espionar jornalistas e personalidades; confira a lista

Bolsonaro expõe perseguição contra jornalista e influenciadores digitais ©Reprodução / Globo
O governo federal, entenda-se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), contratou uma empresa que classificou pelo menos 50 nomes conhecidos pelo público na TV, em jornais, revistas e internet como detratores do seu mandato. O relatório foi chamado de “Mapa de Influenciadores”.

Segundo o UOL, a avaliação foi feita pela empresa BR+ Comunicação em um contrato firmado com o governo pelo Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes. No documento, celulares e até endereços de e-mail foram expostos, mas deixados de lado na hora da divulgação oficial.

No relatório, consta o “perfil”, o “histórico profissional”, “posicionamento e assuntos sensíveis relacionados” e “recomendações de ação de relacionamento e de distribuição de informação personalizada” de jornalistas, comentaristas políticos, colunistas, professores, youtubers, influenciadores e juristas. Todos divididos em três grupos: “detratores”, “neutro informativo” e “favoráveis”.

Entre os 50 “detratores” de Bolsonaro estão: Vera Magalhães, apresentadora do Roda Viva, na TV Cultura, Rachel Sheherazade, ex-SBT, Felipe Neto, youtuber, e Guga Chacra, comentarista político da GloboNews. Cristiana Lôbo, Octavio Guedes e Marcelo Lins, todos do canal de notícias da Globo, apareceram na lista “neutro informativo”. Rodrigo Constantino, da RedeTV!, e Milton Neves, da Band, apareceram entre os “favoráveis”.

Confira a lista completa:

Na lista de “Detratores” estão: 

Jessé Souza (professor), José Fernandes Junior (formador de Opinião), Guga Chacra (GloboNews), Nathália Rodrigues (youtuber), Eduardo Moreira (economista), Vera Magalhães (TV Cultura), Hildegard Angel (jornalista), Jones Manoel (youtuber), Cynara Menezes (jornalista), Silvio Almeida (jurista), João de Andrade Neto (jornalista esportivo), Rachel Sheherazade (ex-SBT e portal Metrópoles), Claudio Ferraz (Nexo Jornal), Emir Sader (Portal Brasil 247), Guilherme Caetano (O Globo e Revista Época), Palmério Dória (jornalista), Flávio VM Costa (UOL Notícias), Márcia Denser (jornalista), Conrado Hubner (Folha de S. Paulo), Gustavo Nogy (Gazeta do Povo), Guilherme Macalossi (Gazeta do Povo), Brunno Melo (CBN Brasília), Claudio Dantas (O Antagonista), Carol Pires (Revista Época), Felipe Neto (youtuber), Xico Sá (jornalista), Luís Augusto Simon (UOL), Marco Antonio Villa (IstoÉ e CrusoÉ), Lucas Paulino (advogado), Igor Natusch (jornalista), João Carvalho (historiador), Sabrina Fernandes (economista), Pedro Meneses (Gazeta do Povo e InfoMoney), Joel Pinheiro (Folha de S. Paulo e Exame), Lula Falcão (jornalista), George Marques (jornalista), Lucas de Aragão (Exame), Matheus Hector (economista), Renan Santos (Gazeta do Povo), Alberto Benett (jornalista), Virginia (influenciadora), João Romero (The Intercept Brasil), Laura Carvalho (Nexo Jornal), Flávio Martins (professor), Marcos Botelho (influenciador), Nildo Ouriques (professor), Tiago Luís Pavinatto (professor), Rubens Valente (jornalista) e Luis Nassif (jornalista).

A seguir, a lista de “Neutros Informativos”: 

Alex Silva (radialista), Malu Gaspar (Revista Piauí), Altair Alves (youtuber), Cristiana Lôbo (GloboNews), Mônica Bergamo (Folha de S. Paulo), Marcelo Lins (GloboNews), Ricardo Barboza (economista) e Octavio Guedes (GloboNews).

Por fim, a lista de “Favoráveis”: 

Rodrigo Constantino (RedeTV!), Bárbara Zambaldi Destefani (youtuber), Adilson Dini (youtuber), Kim Paim (youtuber), Fábio Talhari (Revista Vida Destra), Liliane Ventura (Globo), Milton Neves (Band), Mariana Brito Soares (jornalista), Maurício Bunazar (advogado), Winston Ling (investidor), Camila Abdo (Estudos Nacionais e Crítica Nacional), Guilherme Fiuza (O Globo e Revista Época), Silvio Grimaldo (Brasil Sem Medo), Felipe Moura (O Antagonista), May Almeida (jornalista), Pero Meneses (Gazeta do Povo e InfoMoney), Joel Pinheiro (Folha de S. Paulo e Exame), Gustavo Victorino (Rádio Pampa), Matheus Hector (Insper), Roger Rocha Moreira (Ultraje a Rigor), Tomé Abduch (CNN Brasil) e Filipe Altamir (Conexão Política).


Fonte: RD1

***