ELEIÇÕES 2020| Drones da Polícia Federal não flagraram crimes eleitorais em Mato Grosso do Sul - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

15/11/2020

ELEIÇÕES 2020| Drones da Polícia Federal não flagraram crimes eleitorais em Mato Grosso do Sul

Operação Voo da Madrugada ocorre em cinco cidades do Estado

Polícia Federal usa drones na fiscalização destas eleições ©DIVULGAÇÃO  
Na primeira eleição em que a Polícia Federal ampliou o número de drones para fiscalizar os locais de votação, não foram constatados crimes eleitorais na véspera das eleições. A fiscalização, por meio destas aeronaves não tripuladas, continua ao longo de todo o domingo. 

Em Mato Grosso do Sul, os federais fiscalizam a prática de crimes eleitorais em locais de votação nas cidades de Campo Grande, Dourados, Naviraí e Corumbá. 

A operação deflagrada pela Polícia Federal é denominada voo da madrugada. A medida é uma das ações que a Polícia Federal está realizando para combater as práticas criminosas durante as eleições municipais de 2020 e garantir um período eleitoral seguro para a população.

Distribuição ilegal de colas eleitorais e santinhos de papel, não foram constatados. Em Campo Grande, a maioria dos locais de votação praticamente não tem a sujeira que tradicionalmente é causada pelos candidatos. Os eleitores tem usado a cola digital neste pleito, com os números de seus candidatos no telefone celular. 

Assim, além de politicamente incorreta e ecologicamente repudiada, essa prática configura crime de propaganda eleitoral irregular (art. 39, §5º, II da Lei 9.504/97) e crime ambiental (art. 54 da Lei 9.605/98), cujas penalidades são detenção, de seis meses a um ano e reclusão, de um a quatro anos, respectivamente, além de multa.

Fonte: CE
Por: Eduardo Miranda

***