Domingo com máxima de 43°C em Mato Grosso do Sul - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

04/10/2020

Domingo com máxima de 43°C em Mato Grosso do Sul


O domingo (4) deve manter as condições de temperaturas elevadíssimas, ar seco e quente em todo Mato Grosso do Sul. O sol brilha forte durante todo dia, que será de céu claro a parcialmente nublado e sem expectativa de chuva. 

A umidade relativa do ar fica muito baixa à tarde, considerado estado de alerta com tendência a emergência segundo a Organização Mundial de Saúde. A variação na umidade relativa do ar está estimada entre 50% a 10%, podendo ter picos abaixo de 10%, especialmente nas regiões noroeste norte, bolsão e central. 

Nesse nível crítico de umidade do ar, recomenda-se ingerir bastante líquido, evitar atividades físicas, evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratante corporal e umectar ambientes com umidificadores, bacia com agua ou toalhas molhadas. Os cuidados com a saúde incluem não atear fogo em terrenos baldios e não jogar bitucas de cigarro na natureza.

Vento fraco a moderado em todas as regiões com rajadas. Temperaturas em Mato Grosso do Sul poderão variar entre de 22°C a 43°C e na Capital a variação está estimada em 26°C a 41°C.

Onda de calor

Diversas regiões enfrentam a onda de calor extremo que se instalou no Brasil desde o inicio da primavera. Mato Grosso do Sul tem sofrido os impactos dessas condições não só com as temperaturas que superam recordes históricos, mas também com as queimadas no Pantanal. 

No sábado a maior temperatura registrada foi em Três Lagoas onde os termômetros bateram na casa dos 44,1°C com sensação térmica de 52°C e umidade em 8% segundo o meteorologista Natalio Abraão. Na Capital a máxima para o dia foi de 40,2°C e sensação de 48°C, e umidade de 15%. 

Segundo os institutos de meteorologia esse calorão que tem judiado do sul-mato-grossense será amenizado com a chegada da chuva entre 11 e 18 de outubro. Mas conforme prognóstico do Cemtec, o Estado terá pancadas de chuva e os acumulados serão baixos, de 10 milímetros. 


Por: Mireli Obando, Subcom