Sexta-feira será de temperaturas altas e baixa umidade do ar em todo o Estado - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

04/09/2020

Sexta-feira será de temperaturas altas e baixa umidade do ar em todo o Estado

O dia será quente no Estado com máxima de 41ºC, de acordo com Centro de Monitoramento do Tempo, do Clima e dos Recursos


O dia em Campo Grande amanheceu com céu claro e temperatura amena, mas os termômetros aumentam no decorrer do dia e a máxima pode chegar a 37ºC com sensação térmica de muito mais calor. Para Mato Grosso do Sul, a previsão é de tempo tempo parcialmente nublado em todas as regiões. Não há expectativa de chuva em MS. A umidade relativa do ar estará baixa em todas as regiões em estado de alerta à saúde. A variação está estimada entre 15% a 70% ao longo do dia.

O dia será quente no Estado com máxima de 41ºC, de acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos). Em Sete Quedas, a máxima será de 30ºC, em Porto Murtinho e Bataguassu 33ºC, em Dourados 35ºC, em Chapadão do Sul 37ºC, em Ivinhema 36ºC, em Sonora e Três Lagoas 38ºC, em Coxim, Miranda e Aquidauana 39ºC, em Corumbá 40ºC, em Água Clara 41ºC.

Alerta - Com previsões de temperaturas altas e baixa umidade do ar em todo o Estado, o professor da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Leandro Silva de Brito, alerta para cuidados com a saúde, principalmente de crianças e idosos.

Médico alergista e imunologista, Leandro explica que as vias aéreas são as mais afetadas no corpo, durante o clima muito seco. “Nossos brônquios e pulmão têm uma temperatura ideal e uma umidade ideal para que na hora que chegue o ar seja possível fazer nossas trocas gasosas. Essa temperatura ideal é na faixa de 36 graus e a umidade na faixa de 60%. Quando estamos enfrentando uma clima muito seco, precisamos tentar equilibrar e quem acaba sofrendo com isso são as nossas narinas, nossas fossas nasais que começam a tentar produzir mais muco para tentar fluidificar”.

Entre os cuidados listados pelo médico para amenizar o problema estão: beber bastante líquido, água, suco natural, água de coco, manter uma alimentação balanceada, com alimentos refrescantes como frutas mais suculenta e verduras. Também é importante manter a casa bem limpa, evitando passar vassoura. “Com o tempo seco, a poeira acaba se depositando sobre o chão, sobre as mesas, cadeiras e quando usamos a vassoura, ela acaba jogando para cima a poeira e isso pode piorar a respiração. O melhor é passar um pano úmido no chão e nos móveis diariamente, além de colocar bacias e toalhas molhadas que podem umidificar o ambiente”, recomenda Leandro.

Os cuidados com as crianças e os idosos devem ser redobrados, segundo o professor. A recomendação é que lubrifique o nariz com soro fisiológico várias vezes ao dia. Outra recomendação é evitar a prática de esportes entre às 10 horas e 16 horas, horário em que o sol é mais intenso. “Nos dias muito quentes e muito seco, é recomendável não fazer atividade, deixando para outros dias. É importante também sempre usar o protetor solar e evitar banhos longos para não retirar a hidratação natural da pele”, disse.

Por Viviane Oliveira