Ministra da Agricultura não vai intervir no preço do arroz; veja entrevista - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

09/09/2020

Ministra da Agricultura não vai intervir no preço do arroz; veja entrevista




Nesta quarta-feira (9), a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, voltou a falar sobre a alta no arroz. A chefe da pasta foi entrevistada pela Rádio Bandeirantes, onde admitiu que o produto encareceu, mas descarta intervir no preço.

Tereza Cristina atribuiu o aumento sentido no bolso do consumidor à queda na produção nacional do insumo, além da redução na importação neste ano. Ela também mencionou uma alta no consumo como reflexo dos efeitos da pandemia.





“A área plantada vem sendo diminuída ano a ano. Sem a entrada das importações do Uruguai e do Paraguai, que acontecem sempre, nós ficamos com um estoque muito justo porque nosso consumo também aumentou durante a pandemia. Essa série de fatores fez com que o [preço do] arroz estivesse alto”, afirmou.

A exportação do produto também é fator importante para a disparada no preço. A ministra admite que não é possível prever quando os valores devem recuar, porém garantiu que não há risco de desabastecimento.

“O ministério da Agricultura monitora o estoque e se temos produto para não haver o desabastecimento", conta. No entanto, reitera que "o preço é o mercado que controla.".

Tereza Cristina ainda falou sobre a proposta do governo de liberar importação do arroz com tarifa zero, para equilibrar a relação entre a oferta e a demanda do produto. "Estamos abrindo a importação de arroz, que não é [de um país] do Mercosul, que deve vir dos EUA e da Tailândia, mas só por um período e uma cota. A gente quer que os produtores produzam para o próximo ano uma quantidade maior”.


Fonte: https://www.metrojornal.com.br