Em Campo Grande, 38% dos MEI está recebendo auxílio emergencial - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

17/09/2020

Em Campo Grande, 38% dos MEI está recebendo auxílio emergencial

 

Levantamento do Sebrae aponta ainda que número de microempreendedores individuais cresceu neste ano em MS

MEI é a categoria de empresários que fatura até R$ 81 mil por ano

Mais de 25,4 mil microempreendedores individuais (MEI) de Campo Grande conseguiram o benefício do Auxílio Emergencial concedido pelo governo federal devido à pandemia da Covid-19. Segundo levantamento do Sebrae, a partir de dados do Ministério da Economia, o número corresponde a 38% dos empresários registrados atualmente na categoria.


Além dos que tiveram acesso ao auxílio, outros 9.094 microempreendedores individuais tentaram, mas tiveram o pedido negado por não atender alguma das regras fixadas pelo governo, entre elas, ter renda familiar superior ao limite legal, algum vínculo empregatício ou estar recebendo outro benefício.


Segundo o Portal do Empreendedor, atualmente são 66,6 mil microempreendedores individuais formalizados em Campo Grande. O MEI é o nome dado aos empresários que faturam até R$ 81 mil por ano ou até cerca de R$ 7 mil por mês, sendo considerado um dos segmentos mais afetados pela crise relacionada ao novo coronavírus.


Neste mês, o governo federal anunciou que o auxílio emergencial será prorrogado até dezembro, mas com valor de R$ 300. Ainda não há previsão de reabertura de novas solicitações do benefício, assim, só devem receber as próximas parcelas os beneficiários que já foram aprovados anteriormente.


Crescimento em 2020


Nos últimos cinco meses deste ano, houve um crescimento do número de microempreendedores individuais que buscaram formalizar os negócios em Mato Grosso do Sul, quando comparado ao mesmo período do ano passado.


Ainda segundo dados do Sebrae obtidos junto ao governo, entre abril e agosto de 2020, foram abertos 13,3 mil MEI no estado, resultado 6,7% maior em comparação a 2019, quando 12,5 mil registros foram feitos no mesmo período.


Entre as vantagens de ser MEI e sair da informalidade, por exemplo, estão a possibilidade de emitir notas fiscais e garantias sociais, como auxílio-doença e aposentadoria. Mais informações e atendimento ao MEI no Sebrae/MS pelo telefone 0800 570 0800.


ASSECOM