PORTO MURTINHO| Imprensa denuncia secretária festeira, mas, em ano político, servidora só leva “puxão de orelha” - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

20/07/2020

PORTO MURTINHO| Imprensa denuncia secretária festeira, mas, em ano político, servidora só leva “puxão de orelha”

A turminha da pesada da cidade de Porto Murtinho _ Reprodução do site A Onça

Denúncia veiculada pela imprensa estadual sobre a realização uma badalada confraternização comandada pela secretária municipal de Educação de Porto Murtinho gerou revolta popular e acabou colocando o prefeito Derlei Delevatti (PSDB) na tradicional saia justa, pois, ele precisou dar uma resposta para a população, sem, contudo, magoar a “fera” que é esposa nada mais, nada menos do que de um dos vereadores da cidade.

Para eles, o momento é de festança e
 reuniões sociais, apesar da pandemia _
 Reprodução A Onça

Derlei Delevatti só se viu em papos de aranha a partir da publicação da notícia no site campo-grandense “A Onça” que não economizou nas críticas dirigidas à secretária pública municipal de Educação e ao seu marido que deveria dar bom exemplo para a população.

Segundo o site, foram realizadas festas, no plural, pois, mesmo depois das reclamações apresentadas contra a aglomeração realizada no sábado, os organizadores do evento o estenderam pelo domingo.

Movimento em frente à casa onde aconteceu
 a festança em tempos de pandemia
_ Autor desconhecido


“Foram comemorações – assim no plural – que revoltaram a população de Porto Murtinho (MS), já que a festa tinha como anfitriões a secretária de educação Thais Regina C. Sanches e seu esposo Jaime Evandro Sanches, que é vereador. A socialzinha aconteceu no sábado (18) para comemorar o aniversário de uma criança e gerou muitos comentários de revolta, uma vez que apesar da cidade ter 43 casos positivos para o novo coronavírus, o maior medo de quem mora por lá é que só há um único leito de UTI no município” escreveu a jornalista do site.

“Acontece que Porto Murtinho é uma cidade muito pequena e o índice de contaminados está crescendo muito rápido em todo o Estado e lá não é diferente. O hospital tem uma única UTI (somente um leito). Daí a preocupação com o povo humilde, porque são muitas crianças e idosos, entre eles a minha mãe que é acamada com 80 anos. A preocupação é muita, mais ainda com as aglomerações feitas por aqueles que deveriam ser exemplo. Veja abaixo o post de uma professora que estava presente nessa festa ontem”, reclamou uma moradora que se revoltou com a postura de quem estava na festa.

A revolta de uma das festeiras por
 causa da revolta popular _ Reprodução mídias sociais

A professora citada pela moradora respondeu 

que “cada um tinha que cuidar da própria vida” e acabou gerando revolta na cidade. “Como pode dizer que cada um tem que cuidar da própria vida? Se o vírus só circulasse entre eles aí sim, mas estamos com aulas suspensas devido ao coronavírus, tem decreto que proíbe esse tipo de coisa, e o principal de tudo é não se dar ao respeito e consideração com as pessoas”, continuou a moradora que entrou em contato com o site campo-grandense.

Na manhã de hoje diante forte repercussão da matéria veiculada na imprensa, o prefeito Derlei Delevatti foi à Rádio FM Alto Paraguai e tentou se explicar no programa do radialista Edicarlos Lourenço. Ele explicou à população que sua administração não apoia atitudes dessa natureza e que a servidora seria chamada a dar explicações.


Resposta dos líderes políticos
 ao povo de Porto Murtinho _ Reprodução
A reportagem de Impacto levantou, no entanto, que o prefeito realmente se reuniu com a secretária e apenas pediu um pouco de bom senso nesse período em que a sociedade vive com os nervos à flor da pele.

Como se sabe, Derlei Delevatti é pré-candidato à reeleição e não é comum em ano eleitoral pré-candidatos tomarem decisões duras como deveria ser tomada nesse caso que seria a demissão sumária da secretária.

Mas, se fizesse isso, perderia o apoio de todo o grupo da secretária no qual se inclui o vereador Jaime Evandro Santos. Vai daí que…

Fonte: http://tvgdsnews.com/