Estado e município vão ampliar atendimento médico em aldeias indígenas de Aquidauana - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

22/07/2020

Estado e município vão ampliar atendimento médico em aldeias indígenas de Aquidauana

©Chico Ribeiro
O Governo de Mato Grosso do Sul e Prefeitura de Aquidauana vão ampliar o atendimento médico nas aldeias do Distrito de Taunay, onde diversos indígenas foram infectados pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Em reunião nesta quarta-feira (22/7) na governadoria, o governador Reinaldo Azambuja, o prefeito Odilon Ribeiro e o secretário estadual de Saúde de MS, Geraldo Resende, definiram novas estratégias de atendimento para a região.

"O Estado está acompanhando a situação nas aldeias de Aquidauana e dá total apoio para o cuidado com os indígenas. Estamos enviando medicamentos, equipamentos, máscaras e também um médico para o atendimento", destacou o governador Reinaldo Azambuja. 

Além do médico, serão enviados para a cidade um dentista e um técnico de enfermagem. Os três vão dar apoio ao trabalho desenvolvido pela equipe da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Governo Federal, que cuida dos povos originários do Brasil.

A Prefeitura de Aquidauana também vai contribuir com o reforço nos serviços de saúde enviando três médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. "Vamos usar escolas municipais nas aldeias como base para esse atendimento", afirmou o prefeito.

Testagem em massa na população indígena foi outra decisão tomada em conjunto pelo Estado e município. Os exames serão do tipo RT-PCR, considerado padrão ouro pelos profissionais de saúde, pois detecta a presença do vírus ativo no organismo.
Reunião também contou com participação do secretário Sérgio de Paula (Gestão Política do Estado com o interior) ©Chico Ribeiro
Mais estrutura

Segundo o secretário Geraldo Resende, Mato Grosso do Sul enviou uma viatura para ser usada nas aldeias e solicitou ao Ministério da Saúde a estruturação de um hospital de campanha na região para atender a população. 

Ele anunciou que uma barreira sanitária também será instalada no local para prevenir a contaminação do novo coronavírus. "Vamos continuar ajudando todos os municípios, como temos feito, tendo olhar apurado para a questão indígena", falou.

Por: Bruno Chaves, Subcom