CRMV-MS alerta médicos veterinários sobre sedativos e anestésicos que podem ser solicitados pela Secretaria de Saúde - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

16/07/2020

CRMV-MS alerta médicos veterinários sobre sedativos e anestésicos que podem ser solicitados pela Secretaria de Saúde

©ILUSTRAÇÃO
O Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV-MS) promoveu uma reunião virtual, na tarde de quarta-feira (15), para discutir a requisição administrativa de medicamentos anestésicos e sedativos de uso veterinário que também podem ser utilizados para sedação de pacientes humanos no tratamento do Coronavírus.

De acordo com o presidente do CRMV-MS, Rodrigo Piva assim como já aconteceu no Rio Grande do Sul, a alta no preço e a baixa oferta de medicamentos sedativos e anestésicos levaram a Secretaria de Saúde do Município de Canoas no Rio Grande do Sul, a recorrer clínicas e hospitais veterinários os remédios para aplicar nos pacientes que necessitam de intubação em função de quadro grave de Covid-19. “Temos que orientar aos profissionais que essa situação pode acontecer aqui em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a proponente da reunião e conselheira efetiva do CRMV-MS, Gizelly Bandeira o conselho discute a cautela dos profissionais em não estocar grandes quantidades de medicamentos para não desabastecer o mercado ajudando assim com que os hospitais possam manter os seus estoques e realizar novas aquisições dentro das necessidades que a Covid-19 exigir. “Essa reunião foi para alinhar ideias sobre medicamentos sedativos e anestésicos confiscados de Clínicas Veterinárias por decreto da Prefeitura de Canoas - RS. Nós vamos elaborar orientações de alternativas anestésicas, para que, caso haja, um período de escassez de medicamentos, os colegas saibam como proceder”, alertou.

Ainda de acordo com Gizelly Bandeira, está sendo preparado orientações quanto à legalidade da situação ocorrida em Canoas-RS. Também haverá orientações para que os médicos veterinários não façam estoques desses medicamentos; bem como o consumo racional de medicamentos.

“Vamos preparar uma campanha de orientação, que serão veiculadas nas mídias das postagens do Conselho, para que se evitem cirurgias eletivas nesse período de pandemia. Até porque, Campo Grande, está passando por um “boom” no número de casos de Covid-19. Portanto, há a possibilidade de ocorrer o que aconteceu no RS aqui em MS”, finalizou.

Além dos elencados, também participaram da Reunião: Dr. Jair Vicente (vice-presidente do CRMV-MS); Dr. Jonas Cavada (Secretário Geral do CRMV-MS); Dr. Lucas Tucunduva (tesoureiro do CRMV-MS); Dra. Ariane Benites (SOMVET), Dra. Alessandra Bairros (Anestesista), Dra. Luiza Quintão (Anestesista e membro da Anclivepa- MS).

ASSECOM