Águas Guariroba disponibiliza pontos de coleta de óleo de cozinha usado nas 11 lojas do Comper na Capital - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

01/07/2020

Águas Guariroba disponibiliza pontos de coleta de óleo de cozinha usado nas 11 lojas do Comper na Capital

©DIVULGAÇÃO
O Programa De Olho no Óleo, uma parceria entre a Águas Guariroba, a rede Comper e a Katu Oil, já instalou coletores de óleo de cozinha usado nas 11 lojas da rede de supermercados em Campo Grande. A ação é uma iniciativa ambiental e tem como objetivo a coleta e o descarte correto do óleo de cozinha utilizado nas residências.

Cada loja conta com placas incentivando os clientes a depositarem o óleo em garrafas para depois o descartarem nos pontos de coleta instalados pela Águas Guariroba nos estacionamentos das 11 lojas Comper. O formato dos pontos é de uma grande garrafa, com capacidade para 200 litros cada. A coleta do óleo será feita pela empresa Katu Oil e a estimativa é de que o projeto recolha aproximadamente de 500 a 600 litros de óleo usado por mês.

Após recolhido, o óleo descartado nos pontos de coleta será encaminhado para a Agroindustrial São Francisco, indústria que fabrica rações animais em Campo Grande.

O óleo e o meio ambiente

De acordo com o engenheiro ambiental e gerente de Meio Ambiente e Qualidade da Águas Guariroba, Fernando Garayo, é necessária a conscientização sobre o descarte correto do óleo de cozinha, devido ao seu grande impacto ambiental. “Todo mundo sabe que o óleo de cozinha é reciclável, mas ainda restam dúvidas sobre como descartá-lo, já que não é recomendado jogá-lo em pias, ralos ou solo pelo fato de entupir encanamentos, tanto residenciais quanto da rede pública. O óleo em excesso nos corpos d’água cria uma fina camada superficial que impede que a luz do sol atinja o meio aquático, alterando toda a cadeia alimentar dos seres vivos aquáticos e até provocando a morte”.

Dados da Oil World, apontam que o Brasil produz 9 bilhões de litros de óleos vegetais por ano. Desse volume produzido, 1/3 vai para óleos comestíveis, ficando o consumo per capita em torno de 20 litros/ano, o que resulta em uma produção de 3 bilhões de litros de óleos por ano no país. “Mais de 200 milhões de litros de óleos usados por mês vão para os rios e lagos comprometendo o meio ambiente de hoje e do futuro” destaca Fernando.

ASSECOM