Agepen identifica 21 presas com Covid-19 em penitenciária de MS - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

02/07/2020

Agepen identifica 21 presas com Covid-19 em penitenciária de MS

Agência de Administração do Sistema Penitenciário realizou testagem em penitenciária feminina de Rio Brilhante e identificou 21 das 98 presas coronavírus. Foram os primeiros diagnósticos de coronavírus na população carcerária de Mato Grosso do Sul.

Reeducanda realiza teste de coronavírus em penitenciária em MS ©Agepen/Divulgação
A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) divulgou, na tarde desta quinta-feira (2), que 21 das 98 presas em uma penitenciária de Rio Brilhante foram testadas como positivo para o novo coronavírus.

De acordo com a Agepen, a testagem em massa foi realizada em todas as internas do Estabelecimento Penal Feminino de Rio Brilhante, a 165 quilômetros de Campo Grande. A ação foi promovida em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, após uma profissional que realiza atendimentos no presídio ter sido constatada com a doença.

A direção da unidade realizou o isolamento de todas as internas com a doença, e novos testes deverão ser aplicados em breve. A Agepen ainda solicitou a transferência das presas para a Delegacia de Aquidauana, o que foi negado pelo Sindicato dos Policiais Civis de MS (Sinpol). Apenas uma delas, por orientação médica, foi encaminhada para a rede hospitalar, devido a problemas anteriores no pulmão. Testes também foram realizados nos servidores que atuam no presídio, com um caso confirmado e uma servidora com sintomas que aguarda o resultado. Ambas foram afastadas.

A Agepen afirmou que tem adotado vários protocolos de prevenção ao coronavírus desde o início da pandemia, como a suspensão de visitas presenciais e implantação de contatos virtuais por videoconferência, adoção de procedimentos para a higienização de produtos e objetos que entram nas unidades, desinfecção regular de celas, corredores e demais espaços que compõem as estruturas prisionais, além do fornecimento de EPIs a policiais penais e internos nos estabelecimentos prisionais.

Esses foram os primeiros diagnósticos positivos de infecção por coronavírus entre a população carcerária de Mato Grosso do Sul. O estado possuía, até a manhã desta quinta-feira (2), 9.062 casos e 91 óbitos por Covid-19.

Por G1MS