Quarta-feira amanhece com nevoeiro em Campo Grande e termômetros em 15 graus - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

03/06/2020

Quarta-feira amanhece com nevoeiro em Campo Grande e termômetros em 15 graus

A temperatura máxima no Estado deve ficar na casa dos 28ºC, de acordo com o Inmet


Depois de uma terça-feira chuvosa, o dia em Campo Grande amanheceu com nevoeiro e temperatura na casa dos 15.7°C, por volta das 6h. A frente fria se afasta de Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira (3) em direção ao oceano.

Entra, então, em cena a massa de ar frio que começa atuar mantendo o tempo com sol entre muitas nuvens e chuva. Ao longo do dia, a temperatura máxima no Estado deve ficar na casa dos 28ºC, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

A previsão para hoje é de tempo parcialmente nublado com possibilidade de chuva em áreas isoladas nas regiões central, sul e sudeste de MS (Campo Grande, Ponta Porã, Laguna Carapã). As demais áreas, a previsão é de céu nublado. A umidade relativa do ar possui variação estimada ao longo do dia entre 40% a 95%.

Para a Capital, a previsão é de mais um dia de tempo nublado com chuva, máxima de 24ºC e umidade relativa do ar entre 90% e 60%. Em Jardim, Coxim, Bonito, as máximas não devem passar dos 20ºC, em Dourados, Coronel Sapucaia, Rio Brilhante, Ponta Porã, Aquidauana, Anastácio, Dois Irmãos do Buriti, Miranda, Corumbá e Ladário 24ºC, em Costa Rica, Selvíria e Paranaíba 27ºC, em Sonora, Sidrolândia, Rochedo, São Gabriel do Oeste 28ºC.

Amanhã, segundo o instituto, há previsão de outra frente fria vinda da Argentina, que se aproxima pelo sudoeste do Estado (Bodoquena, Bela Vista, Jardim, Nioaque). Nas demais áreas, o tempo também estará nublado, mas com pouca possibilidade de chuva. Na sexta-feira (5), a frente fria atua no sul e sudoeste do Estado trazendo pancadas de chuva, às vezes fortes, para a região. No sábado (6), o dia será de sol no norte de MS (Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste e Sonora). Nas outras regiões, tempo nublado com chuvas. 

Por Viviane Oliveira