PANDEMIA| Dourados ultrapassa Capital em casos e se torna epicentro da covid-19 em MS - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

02/06/2020

PANDEMIA| Dourados ultrapassa Capital em casos e se torna epicentro da covid-19 em MS

São 339 pessoas diagnosticadas com a doença na segunda maior cidade do Estado

Dourados é a segunda maior cidade do Estado com 218.069 habitantes
Pela primeira vez uma cidade do Interior de Mato Grosso do Sul supera Campo Grande em número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, de ontem para hoje foram contabilizadas mais de 30 novos diagnósticos na segunda maior cidade do Estado chegando a 339. As confirmações, portanto, superam as 306 divulgadas até ontem, quando a Capital ainda tinha 312 casos.

Epicentro da doença, Dourados tem 218.069 habitantes, além de abrigar as duas maiores reservas indígenas do Estado, a Bororó e a Jaguapiru, onde vivem mais de 18 mil pessoas. Em 15 dias, os casos confirmados na cidade passaram de 28 para mais de 300.

A disseminação acelerada veio a partir de diagnóstico entre funcionários de frigorífico da JBS instalado na região e onde trabalham moradores tantos das aldeias quanto de municípios vizinhos, como Itaporã, Douradina e Rio Brilhante.

“Os dados de hoje vão apresentar esta mudança. A Capital deixa de ser a cidade com mais casos. Dourados passa a ser o epicentro da doença do Estado”, adiantou o secretário de Saúde.

Desde a chegada da pandemia ao Estado, em março, a Capital, com 885.711 habitantes, era líder em confirmações. Até esta segunda-feira, havia 312 pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

Em incidência da doença, no entanto, há um tempo Dourados já tinha ultrapassado a Capital. A cidade do Interior tinha 137,3 casos para cada 100 mil habitantes e estava entre as 10 com maior incidência de covid-19, enquanto Campo Grande registrava apenas 34,8 casos para cada 100 mil habitantes.

Campo Grande, no entanto, ainda lidera em número de óbitos. Das 20 mortes registradas no Estado, sete foram de pacientes residentes na Capital. Dourados responde, até o momento, por duas mortes. 

NOTA

A JBS informa que desde o início da pandemia no Brasil tem se pautado pelo absoluto foco na saúde, segurança e proteção dos seus mais de 130 mil colaboradores. 

A empresa vem atuando em conjunto com as autoridades públicas no enfrentamento à Covid-19 e adotou um rigoroso protocolo de prevenção seguindo todas as recomendações dos órgãos de saúde e também do protocolo dos Ministérios da Saúde, Agricultura e Economia. Adicionalmente, a JBS também conta com a consultoria clínica de especialistas do Hospital Albert Einstein e de médicos infectologistas que orientaram a empresa na definição das ações implantadas em suas unidades. Entre as ações adotadas, estão:  

- Afastamento de todos os colaboradores do grupo de risco e também os que tenham indicação médica

- Monitorando integral de 100% dos colaboradores;

- Medição de temperatura antes do acesso às unidade;

- Ampliação da frota de transporte e demarcação de assentos garantindo distanciamento seguro entre os passageiros;

- Uso obrigatório de máscaras e dos demais equipamentos de proteção individual;

- Farta distribuição de álcool em gel e sanitizantes para higienização das mãos;

- Desinfecção geral, periódica e sistemática da unidade várias vezes ao dia;

- Sinalização e demarcação de lugares nos refeitórios, acessos e locais de descanso para coibir aglomerações e garantir o distanciamento seguro;

- Comunicação ostensiva sobre a medidas obrigatórias de higiene, cuidados, proteção e prevenção, entre outras ações.


A empresa esclarece que, de acordo com esse protocolo, tão logo teve a confirmação do primeiro caso de Covid-19 em sua unidade, cumpriu com todas as medidas previstas, afastando os colaboradores conforme indicação médica e monitorando 100% da equipe da planta. Também foi realizada a desinfecção adicional e geral da unidade.

Saiba mais sobre as medidas de proteção adotadas pela JBS neste link.


Por: Tainá Jara