Idoso fica ferido ao colidir em carreta carregada com milho - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

15/06/2020

Idoso fica ferido ao colidir em carreta carregada com milho

A suspeita é que a vítima tenha invadido a contramão após passar mal. A carga do veículo ficou espalhada na margem da rodovia 

A força do impacto arrancou a roda do veículo ©Paulo Francis
Motorista de 69 anos ficou ferido ao colidir com uma carreta carregada com 36 toneladas de milho na MS-040 – a cerca de 20 quilômetros de Campo Grande – na tarde desta segunda-feira (15). Ele dirigia um Chevrolet Cruze e teria causado o acidente após passar mal e invadir a contramão.

Para a reportagem, o caminhoneiro Sérgio Haberland, de 39 anos, contou que dirigia de Campo Grande para Santa Rita do Pardo quando o acidente aconteceu. “Eu acho que ele passou mal e entrou debaixo do meu caminhão”, afirmou.

A colisão aconteceu em uma curva do km 19 da rodovia. Sérgio lembra que quando viu o motorista do Cruze “comer faixa” e invadir a pista contrária, tentou evitar a colisão, mas não conseguiu. Apesar do esforço, atingiu uma das rodas dianteira do carro, que foi arrancada com a violência do impacto.

Sem controle, a carreta atravessou a rodovia, saiu da pista e tombou. Com isso, a carga de milho ficou esparramada no matagal às margens da 040. Sérgio sofreu ferimentos leves e saiu do veículo sozinho. Já o outro motorista precisou ser retirado do Cruze pelo Corpo de Bombeiros.

Ele estava orientado, mas foi levado para exames em uma unidade de saúde da Capital. Esposa do motorista, de 65 anos, acompanhou o resgate. Ela explicou que os dois voltavam para Campo Grande em carros diferentes. Depois de alguns quilômetros sem ver o carro do marido, resolveu voltar e se deparou com o acidente. A mulher preferiu não se identificar.

Além dos militares do Corpo de Bombeiros, equipes do BPMRv (Batalhão de Polícia Militar Rodoviária) estiveram no local para registrar o caso.
A carreta saiu da pista e tombou as margens da rodovia ©Paulo Francis


Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por: Geisy Garnes e Paulo Francis