Com mais de mil pessoas, carreata pede atenção aos trabalhadores na fronteira - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

07/06/2020

Com mais de mil pessoas, carreata pede atenção aos trabalhadores na fronteira

Estimativa é de que aproximadamente cinco mil empresas de Pedro Juan Caballero estejam ameaçadas pela atual situação do mercado

Imagem aérea de avenida percorrida por manifestantes, na tarde deste domingo ©Capitán Bado
 Mesmo após a reabertura do comércio do lado de lá da fronteira brasileira, manifestantes voltaram às ruas de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, neste domingo (7). Desta vez, a cobrança foi por ajuda do governo após a baixa de clientes provocada pelo fechamento da fronteira. Mais de mil pessoas participaram de carreata.

Com buzinaços e palavras de ordem ditas com auxílio de carros de som, comerciantes e moradores da região de fronteira participaram do ato em carros, motos e caminhões.

Conforme o site Capitán Bado, a manifestação teve por objetivo chamar atenção do Governo para a situação dos trabalhadores. Mesmo que as lojas tenham voltado a funcionar, de acordo com comerciantes, às vendas têm sido mínimas, já que a fronteira segue fechada.

A estimativa é de que aproximadamente cinco mil empresas de Pedro Juan Caballero estejam ameaçadas pela atual situação do mercado. Dos 40 mil trabalhadores formais e informais que dependem diretamente dos turistas brasileiros, boa parte já foi demitida, segundo projeções de comerciantes locais.

Os participantes da ação deste domingo também utilizaram bandeiras e cartazes para chamar atenção. Entre os dizeres as faixas que carregavam, os dizeres “Só queremos trabalhar”, “Empregos ou subsídios” resumem os pedidos dos trabalhados.

Manifestações semelhantes foram registradas em Salto del Guaira, Ciudad del Este e Encarnacion.
Com bandeiras, cartazes e caixas de som, cerca de mil comerciantes e moradores da fronteira participaram da ação (Foto: Capitán Bado)

Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Por: Liniker Ribeiro e Helio de Freitas