CAPITAL| Prefeito decide fechar a rodoviária novamente - Jornal Correio MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

02/06/2020

CAPITAL| Prefeito decide fechar a rodoviária novamente

Casos de coronavírus estão explodindo no interior, enquanto na Capital tem pouca evolução

©DIVULGAÇÃO
Prefeito Marcos Trad (PSD) decidiu novamente pelo fechamento do Terminal Rodoviário de Campo Grande, em uma tentativa de blindar o município por conta do aumento de casos no interior de Mato Grosso do Sul. Segundo ele, o fechamento será na próxima sexta-feira (5) e terá validade pelos próximos 30 dias. 

Em transmissão ao vivo nesta terça-feira (2), Trad anunciou e o decreto, publicado nesta tarde, formalizou o ato com dois dias de antecedência. “Estamos dando 48h em razão de passagens já compradas e adquiridas pelos usuários”, disse ele. Na edição de hoje, o Correio do Estado adiantou que a promotora de Justiça Filomena Aparecida Depolito Fluminhan, do Ministério Público, recomendou o fechamento do terminal rodoviário. 

A reportagem esteve no local e constatou que muitas pessoas que estavam sem a máscara e algumas que demonstravam não temerem a contaminação pelo vírus, ainda mais dentro de um ônibus fechado em uma viagem que duraria horas. Atualmente, as empresas só podem fazer viagens intermunicipais, ou seja, nenhum ônibus pode sair ou entrar em MS.

Este detalhe, somado ao fato que os casos positivos de coronavírus no interior do Estado estão aumento cada vez mais, levou à decisão do prefeito da Capital. “Não há outra possibilidade de atitude. Impressionou o número de infectados”, contou. Segundo boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), em 24h, Dourados teve um aumento de 33 casos, Vicentina 13 e Campo Grande cinco (Municípios citados pelo prefeito). 

“Campo Grande, com quase 930 mil habitantes, já testou positivo 317 pessoas. Dourados, quase cinco vezes menor que Campo Grande, já tem testado positivos 339 seres humanos; Guia Lopes 234”, disse ele. 

Além do fechamento da rodoviária, conforme Trad, a barreira sanitária posicionada na saída para São Paulo também terá atendimento intensificado.

Fonte: CE
Por: Fábio Oruê