Polícia resgata irmãos que eram agredidos e queimados com cigarros pelos pais - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

25/03/2020

Polícia resgata irmãos que eram agredidos e queimados com cigarros pelos pais

A mãe das crianças alegou que bateu nos filhos porque eles foram mal na escola. Já o pai negou as agressões

Equipes do 4ª Batalhão da Polícia Militar atenderam o caso ©DIVULGAÇÃO
Dois irmãos de 9 e 10 anos que era espancados pelos pais foram resgatados na noite desta terça-feira, 24 de março, por equipes da Polícia Militar e do Conselho Tutelar de Sanga Puitã, distrito de Ponta Porã – a 299 quilômetros de Campo Grande. Segundo as denúncias, as crianças sofriam queimaduras de cigarro e apanhavam até sangrar.

Conforme nota divulgada pela polícia, os militares faziam rondas na região quando foram abordados e avisados dois irmãos, uma menina de 9 anos e um menino de 10, eram constantemente agredidos pelos próprios pais.

O Conselho Tutelar foi chamado e as duas equipes foram ao endereço indicado. No local, as crianças contaram que os pais batiam nelas com muita força, algumas vezes usavam espada de São Jorge e só paravam as agressões quando elas começavam a sangrar. Relataram também que era frequentemente queimadas com cigarro.

Várias lesões foram encontradas nas costas do menino, que relatou as equipes que apanhou da mãe, uma mulher de 30 anos. Já a menina mostrou queimaduras no braço e afirmou que elas foram feitas pai, de 32 anos. Ela também tinha outras cicatrizes pelo corpo.

A mãe das crianças alegou que bateu nos filhos porque eles foram mal na escola. Já o pai negou as agressões e qualquer outro tipo de maus-tratos aos irmãos. Os dois foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã e as crianças foram para o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). 

Fonte: campograndenews
Por: Por Geisy Garnes