Governador recebe hoje mais sete municípios no Governo Presente - JORNAL CORREIO MS

LEIA TAMBÉM

Home Top Ad

22/11/2019

Governador recebe hoje mais sete municípios no Governo Presente

Rio Brilhante, Antônio João, Angélica, Nova Andradina, Taquarussu, Douradina e Vicentina se reúnem hoje com governador

Governador Reinaldo Azambuja durante entrevista coletiva, ontem de manhã ©Chico Ribeiro
Representantes de mais sete municípios serão recebidos hoje (22) pelo governador Reinaldo Azambuja durante a sexta edição do programa Governo Presente, em Dourados, a 233 km de Campo Grande. As reuniões começaram na quarta-feira, com os representantes de Dourados, e acontecem na sede regional da Sanesul, na Avenida Presidente Vargas.

Ontem, o governador e secretários receberam reivindicações de nove municípios – Fátima do Sul, Itaporã, Batayporã, Nova Alvorada do Sul, Anaurilândia, Ivinhema, Ponta Porã, Laguna Carapã e Deodápolis.

Hoje as reuniões começam às 7h30, com o prefeito Donato Lopes (PSDB) e vereadores de Rio Brilhante. Em seguida, Reinaldo recebe a prefeita de Antônio João, Márcia Marques (MDB), e depois o prefeito Roberto Cavalcanti (PSB) e vereadores de Angélica.

Fechando a agenda da manhã, o governador se reúne com o prefeito José Gilberto Garcia (PL) e vereadores de Nova Andradina.

No período da tarde, Reinaldo e equipe recebem o prefeito Roberto Nem (PSDB) e demais representantes de Taquarussu. Depois a reunião é com o prefeito Jean Fogaça (PEN) e vereadores de Douradina. O programa termina com o encontro entre Reinaldo e representantes de Vicentina, liderados pelo prefeito Marquinhos do Dedé (MDB).

Investimentos – Durante o Governo Presente em Dourados, Reinaldo Azambuja anunciou que planeja investir até R$ 2 bilhões em Mato Grosso do Sul nos próximos três anos. O dinheiro será aplicado em obras de infraestrutura urbana e rural nas 79 cidades do Estado.

“Nós temos planejamento de pavimentar 800 quilômetros de rodovias novas; recapear e revitalizar cerca de 700 quilômetros; e construir 130 pontes de concreto. Tudo isso dentro dos três anos (até 2022). Pela nossa previsão precisaremos de até R$ 2 bilhões, sendo até R$ 600 milhões para investimento específico nas cidades”, afirmou Reinaldo.

Os investimentos serão definidos com base nas reivindicações que vêm sendo apresentadas desde setembro pelos representantes dos municípios. “Quem ouve mais, erra menos”, disse o governador.


Fonte: campograndenews
Por: Helio de Freitas, de Dourados